Doação de água – Festa de São Francisco de Canindé 2017

Outubro está se aproximando, e a expressão máxima da fé do nordestino se transforma em sacrifício para chegar até o santuário do seu Santo de devoção, São Francisco das Chagas de Canindé. Milhares de pessoas vão até esta cidade para agradecer pela graça recebida, muitos, não tem dinheiro nem para comprar uma água, mas vão, e vão com o coração transbordando de fé e alegria. Nessa hora, entramos nós, com a ajuda de toda a parentada e amigos, para agradecer pela nossa graça, e a forma e agradecer é doando garrafinhas de água para os romeiros. Em 2014 foram 1.500 Continue lendo Doação de água – Festa de São Francisco de Canindé 2017

Cores do Ceará

O estado do Ceará é formado por cores infinitas nas duas estações que temos bem definidas: inverno e verão. O olhar de nativa apaixonada, me faz ver a grandiosidade da beleza oculta nos pequenos detalhes, como o renascimento da caatinga com algumas gotas de água, o encanto que a chuva causa em nós, olhar o tempo nublado e achar que está lindo. No inverno o cheiro de terra molhada e o verde da caatinga alegram o sertanejo. O verde é mais verde, as flores surgem nas manhãs cobertas pela leve névoa, a temperatura ai para agradáveis 25 graus durante o Continue lendo Cores do Ceará

Encontro entre o cangaceiro Candeeiro e o policial da volante José Panta

Matéria do programa “Fantástico” da Rede Globo (1996) sobre o encontro entre o ex-cangaceiro Candeeiro II (Manoel Dantas Loyola) e o ex-Policial Volante José Panta de Godoy algoz de Maria Bonita.

Caucaia

Caucaia é um município brasileiro do estado do Ceará que integra a Região Metropolitana de Fortaleza com cerca de 1.227,9 km², equivalente a 0,83% da superfície estadual, com um contingente populacional de 353.932 habitantes e densidade demográfica de 264,91 hab./km². Vem apresentando nos últimos anos um grande crescimento populacional desencadeando uma significativa expansão urbana. Nesse contexto, desenvolveu-se – em 2012 – um Sistema de Informações Geográficas (SIG) com o objetivo principal de realizar a caracterização socioambiental e auxiliar as atividades vinculadas à gestão e ao ordenamento territorial. Em Caucaia, o IDH é de 0.682 que é considerado médio (8º no Continue lendo Caucaia

Praia do Cumbuco

A praia do Cumbuco era originalmente, somente uma vila de pescadores. Foi descoberta por turistas em meados dos anos 80. Faz parte do município de Caucaia e fica a apenas 30 km da capital, Fortaleza. Através dos anos a praia de Cumbuco tem se adequado às exigências de quem visita, a estrutura turística é uma das mais importantes do estado, conta com mais de 40 pousadas e hotéis além de uma gastronomia internacional com mais de 20 restaurantes de especialidades diversas, como a italiana, francesa, alemã e regional. O acesso é feito através das rodovias BR-020, BR-222, 4º Anel Viário Continue lendo Praia do Cumbuco

Fortim

Fortim tem suas origens, no inicio da História do Ceará, tendo sido fundado por Pero Coelho de Souza, quando de sua fracassada Expedição de 1603, no itinerário Paraíba-Ibiapaba e por conveniência de ordem regimental, baixou em acampamento exatamente nessa parte costeira, demorando-se o tempo necessário ao engajamento de tropas indígenas locais. Por ocasião do retorno, miseravelmente abatido e destroçado, acampou no mesmo local, conduzindo apenas dezoito soldados doentes e desnutridos. Desolado, buscou o itinerário que o levaria à Paraíba, onde esperava encontrar apoio. Sem nada conseguir, retornou ao ponto de origem trazendo em sua companhia D. Maria Tomázia, sua mulher, Continue lendo Fortim

Lamparina

A lamparina, comum no nordeste, também é conhecida por candeia, lâmpada a óleo ou lâmpada de azeite. É um recipiente com algum tipo de óleo combustível, sobre o qual flutua um cordão grosso de algodão, chamado pavio. O seu combustível mais frequente é o querosene e seu uso se estende desde a pré-história até aos dias de hoje. A lamparina é geralmente feita a partir de latas de óleo, leite em pó ou flandres de lata de querosene, moldada no formato que se deseja e selada com solda. Um tipo especial de lamparina é a poronga, utilizada pelos seringueiros para Continue lendo Lamparina

Juvenal Galeno

Juvenal Galeno da Costa e Silva nasceu em Fortaleza, no dia 27 de Setembro de 1836 e faleceu de uremia em 7 de março de 1931, aos noventa e cinco anos de idade. Neto de Albano da Costa dos Anjos e do português Manuel José Theóphilo, Juvenal Galeno da Costa e Silva nasceu em Fortaleza, a 27 de setembro de 1836, em uma residência na Rua Formosa, nº 66 (hoje Barão do Rio Branco). Filho de José Antônio da Costa e Silva e Maria do Carmo Teófilo e Silva, abastados agricultores cafeeiros na encosta da Serra de Aratanha em Pacatuba. Continue lendo Juvenal Galeno

Teste: Você é cearense?

1. Você acha que o tempo tá bom com uma temperatura de 30 graus? 2. Quando chove, sente vontade de deitar numa rede e não levantar nunca mais? 3. Acha que o melhor perfume do mundo é o cheiro da terra molhada pela chuva? 4. Você chama um amigo de “macho” ou “fi duma égua”? 5. Você elogia dizendo: “arre égua!”? 6. Você sabe o que é “fulerage”, “ributalho”, “sabacu”? 7. Tem alguma ideia do que seja “botar boneco”? 8. Quando você não quer mais alguma coisa, você “rebola no mato”? 9. Já chamou o seu ex-governador de “o galeguim Continue lendo Teste: Você é cearense?

Júlia Galeno

Júlia Galeno da Costa e Silva nasceu em Fortaleza, no dia 5 de fevereiro de 1889. Era filha de Juvenal Galeno da Costa e Silva e Maria do Carmo Cabral Galeno. Fez os seus estudos no Colégio da Imaculada Conceição e foi para o sudeste do país, onde casou com o comendador F. de Santana e morou muito tempo em Salvador. Enviuvando, foi morar no Rio de Janeiro e casou em segundas núpcias com Leo Voos e teve destacada atuação na vida literária Carioca. Fundou e manteve por muito tempo em sua residência, a “Cabana Azul”, em Ipanema e a Continue lendo Júlia Galeno