DE ONDE VEM – O APELIDO DOS TAGARELAS

FALA MAIS QUE O HOMEM DA COBRA – FALA PELOS COTOVELOS – MATRACA DE IGREJA
Conta-se que há muitos anos, não muito diferente de hoje, as pessoas vendiam de tudo; de lamparinas a retalhos de tecido, de espelhos a panelas e até remédios “milagrosos” feitos Deus sabe como. Para chamar a atenção das pessoas, quando faziam as vendas no centro das pequenas cidades, o vendedor realizava malabarismos com uma cobra e falava muito, chegava a gritar. A partir de então, usa-se a expressão “fala mais que o homem da cobra” quando nos referimos as pessoas tagarelas.

Temos ainda os que “falam pelos cotovelos”, referindo-se aos tagarelas que além de não terem consciência do quanto estão sendo incovenientes, ainda ficam puxando pelo braço do ouvinte, geralmente na altura do cotovelo.

O tagarela também é chamado de “matraca de igreja”, um instrumento musical e sinalizador feito de madeira onde ficam presas argolas de ferro que, quando sacudido, produz um som estridente, é usada na quaresma para anunciar uma procissão e em alguns casos por vendedores ambulantes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*