ESTUDO CIENTÍFICO SOBRE OS GATO VÉI (felinus vulgaris)

Muito interessante, recebi no meu email e não podia deixar de postar…
A primeira espécie, como diz o nome é vulgar. São meninas com aquele buchinho de cerveja, que você sempre encontra na frente do palco dos forrós, provavelmente dançando com uma amiga e uma lata de cerveja na outra mão, com todas as músicas decoradas porque ela ouve muito a FM 93, Tropical ou 88,1 FM. É um ser fácil, não precisa nem queixar, pra “amá-la” basta bater um papo curto e ter carro. Por isso que muitos homens traem suas namoradas com uma Gato Véi, porque elas são fáceis, não tem pudores pra fazer algumas posições e no outro dia não precisa ligar (nem nunca mais).

Onde encontra-las????
Casa do Forró – Com 10 reais você faz a festa. Apenas 2 reais a entrada inteira e estudante com a carteirinha, paga meia. Fica localizado num ponto estratégico… vizinho a 2 terminais (lagoa e parangaba) fator muito importante para o sucesso nas noites de sábado. Ah… tem um estacionamento e um motelzim filé logo na frente.

Tremendão – Muito Gato Véi nas quintas, apesar que uma boa parte pode ser considerado GV de alto risco (Garotas de Programa disfarçada de GV).

Pau de Arara – Nos sábados de Amado batista e Raça Negra eu digo é valha… sem comparação. Dica importante: antes de adentrar ao recinto, dê uma subidinha no viaduto e olhe para sentir o clima, na saída tem o tradicional Madame Cherry e Motel 3000… se não agarrar ninguém dentro do clube não se preocupe que o terminal tem milhares de GV’s esperando por sua carona.

Pai dégua – Quase sempre lotado, muito Gato Véi apesar da entrada na maioria das vezes ser 10 contos. Os GV’s são selecionados… estilo que pensa que é patricinha.

Como reconhecer os gato vei??
Iguatemi: você pode encontrá-las na pracinha do elevador panorâmico, acompanhada de uma máquina fotográfica (que não é digital) batendo foto de pernas cruzadas ou numa pôse de psudo-erotismo;
Centro da cidade: pra começar, gato que é gato não vai pro centro, vai pra “rua”. O local mais certo de vc encontrá-las é na C&A, perguntando pro vendedor se já chegou a roupa que a Gisele Bundchen tava usando na propaganda;

North Shopping: esse é o point! Muito fácil de encontrá-las a qualquer hora no ponto de ônibus em frente ao shopping, ou num ponto de ônibus um pouco mais perto do habib’s, onde param os ônibus da empresa vitória, rumo a alguns bairros mais típicos: acaracuzinho, conjunto metrópole (1, 2, 3,..), capuã, paupina e adjacências

Cinema: elas sempre estão na fila dos filmes dublados (legendados é muito difícil pra elas…). Antes de começar o filme elas fazem aquela barulheira, e durante o filme é só passar uma cena de beijo que os GV’s gritam e riem à beça. Queima gataral!

Praia: esse é um dos lugares favoritos: com pouca roupa, sem maquiagem e sem as músicas de forró, fica difícil diferenciá-las da multidão. Mas não se esqueçam do velho bucho! E tem também aquele grupo de GV’s que levam pra praia o Loreal dentro de uma garrafa de coca-cola de 600ml, e passam ele pelo corpo (pernas, braços, virilha e  barriga) na frente de todo mundo, como se estivessem na laje de casa.

Homenagens postumas: Eterna e Gloriosa Churrascaria Central (in memoriam), Chimarrão/Castelão Drinks (in memoriam), B25 (in memoriam).

Habitat Natural: Casa do Forro, Brisa do Lago, Parque do Vaqueiro, Clube do Vaqueiro, Forrós em geral, Shows, Festas, Bares, e afins.

Alguns sinonimos dos GV: Catiroba, Tilanga, Sincera, Mercadoria sem nota, Pirulita.

Author: Jaqueline Aragão Cordeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *