Falcão

Marcondes Falcão Maia, nasceu na cidade de Pereiro, interior do Ceará, em 16 de setembro de 1957, filho de dona Carminha e seu Zé Maia, é um dos quatro filhos do casal.

Ainda criança, Falcão mudou-se para Fortaleza para frequentar a escola. Depois na Universidade Federal do Ceará, foi cursar a faculdade de Arquitetura, para a qual entrou bem tarde, depois de tentar o vestibular cinco vezes, mas já iniciava sua carreira no mundo artístico. Seu primeiro disco, Bonito, lindo e joiado, foi lançado de forma independente e chamou a atenção da gravadora BMG. Nesse disco está seu primeiro sucesso de abrangência nacional, I’m Not Dog No, versão traduzida para o inglês da música Eu Não Sou Cachorro, Não, de Waldick Soriano. Logo depois repetindo a fórmula, seu disco seguinte tinha a música Black People Car, traduzindo a letra de outro sucesso brega: Fuscão Preto, de Almir Rogério.

Sempre usando sua tradicional vestimenta florida e alegre com seu toque pessoal – o girassol preso em seu paletó – Falcão é autor de oito álbuns, e de um livro com frases de efeito chamado “Leruaite”.

Falcão também por um curto período teve seu programa de televisão: Falcão na Contramão, exibido na Rede Bandeirantes.

São alguns de seus maiores sucessos as canções I’m not dog no, Holiday Foi Muito (“Homem é Homem”) e I Love You Tonight.

No dia 1º de outubro de 2009, Falcão cantou junto à banda Massacration no VMB, eles tocaram a canção “The Mummy”, que deve ser o primeiro single do novo álbum do Massacration, o “Good Blood Headbangers”, que foi lançado em dezembro de 2009 pela EMI. Um clipe para a música também foi gravado e apresentado no programa Hermes e Renato na MTV Brasil, sendo muito visitado no Youtube.

Jaqueline Aragão Cordeiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*