Membros da 1ª Assembleia Provincial do Ceará

 http://www.ceara.pro.br/fortaleza/imagens/foto47.jpghttp://www.ceara.pro.br/fortaleza/imagens/foto47b.jpg
PRÉDIO DA ASSEMBLÉIA PROVINCIAL – INÍCIO DA OBRA, 1856 – INAUGURADA EM 04/07/1871 – HOJE ABRIGA O MUSEU DO CEARÁ

MEMBROS DA 1ª ASSEMBLÉIA PROVINCIAL DO CEARÁ – BIÊNIO 1835/36

1.    Dr. Clemente Francisco da Silva
2.    Dr. José Pereira da Graça
3.    Padre Ambrósio Rodrigues Machado (Natural de Quixeramobim)
4.    Padre Carlos Augusto Peixoto de Alencar (Natural do Crato)
5.    Padre Antonio de Castro e Silva (Natural de Sobral)
6.    Padre José Ferreira Lima Sucupira (Natural do Crato)
7.    Padre Francisco de Paula Barros (Natural de Natal/RN – Capelão de Canindé)
8.    Padre Frutuoso Dias Ribeiro
9.    Padre Antonio Francisco Sampaio (Natural de Aracati)
10.  Padre Bento Antonio Fernandes (Vigário de Quixeramobim)
11.  Padre Francisco Gomes Parente (Natural de Acaraú – Vigário de Santa Quitéria)
12.  Padre José da Costa Barros (Natural de Aracati)
13.  Cel Francisco Fernandes Vieira (Visconde de Icó)
14.  Cel. Francisco de Paula Pessoa (Natural de Granja e irmão mais novo de Pessoa Anta)
15.  Cel. Agostinho José Thomaz de Aquino
16.  Ten. Cel. João Franklin de Lima
17.  Ten. Cel. José de Castro Silva Junior
18.  Ten. Cel. Francisco Paulino Galvão
19.  Major João Facundo de Castro Menezes
20.  Capitão-Mor Joaquim José Barbosa
21.  Capitão-Mor José de Castro Silva
22.  Capitão-Mor José Teixeira Castro
23.  Capitão-Mor João Gomes Brazil
24.  Gregório Francisco de Torres e Vasconcelos
25.  José Victoriano Maciel
26.  Manoel de Torres Câmara
27.  Vicente Alves da Fonseca
28.  Vicente Ferreira Mendes Pereira

CURIOSIDADES

A votação para a criação da Assembléia provincial se deu em 08 de dezembro de 1834.

A primeira sessão se deu em 07 de abril de 1835, foi presidida pelo Capitão-Mor Joaquim José Barbosa e era composta por 28 deputados e 7 suplentes.

A primeira lei foi promulgada em 30 de abril de 1835.

Contava na época com apenas cinco funcionários, sendo: 1 escrivão, 2 escriturários, 1 vigia e 1 porteiro e funcionava nas proximidades da Igreja da Sé.

O Presidente da Província era o Padre José Martiniano de Alencar.

Fonte: Instituto do Ceará
Jaqueline Aragão Cordeiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*