O primeiro centro de oncologia do Ceará

No dia 19 de março de 1951, nas instalações da Santa Casa de Fortaleza, era inaugurada a primeira clínica oncológica do Ceará. Com o nome de “Serviço de Câncer Fernando Pinto e com a direção dos doutores Haroldo Gondim Juaçaba, Newton Teófilo Gonçalves e Walter Porto.

No inicio, mesclava o perfil de enfermaria clínica de apoio a uma doença terrível, onde os pacientes ficavam a espera da morte, com o de enfermaria cirúrgica, onde, progressivamente, se pregava este tratamento para as neoplasias malignas.

O serviço de oncologia da Santa Casa é considerado o berço da cancerologia do Ceará e especialistas de destaque já chefiaram esse serviço: Dr. Haroldo Juaçaba, Dr. Roberto Cabral Ferreira, Dr. Cândido Pinheiro de Lima, Dr. José de Aguiar Ramos, Dr. Paulo Ernesto Montenegro Cavalcante e Dr. Manuel Albano Amora Filho.

Em 1999 o serviço de cirurgia oncológica foi dividido em áreas de atuação como: cabeça e pescoço, abdominal, ginecologia e mastologia, adequando-se aos padrões dos grandes centros do país.

Importantes reformas foram realizadas na estrutura física, adequando-se às exigências da OMS (Organização Mundial de Saúde), passando a ter 52 leitos credenciados pelo MS para tratamento da alta complexidade em oncologia.

O serviço conta com 16 cirurgiões oncológicos e realiza anualmente mais de 2.000 procedimentos cirúrgicos de media e alta complexidade.

Fonte: Revista da Santa Casa
Imagem: Arquivo pessoal
Jaqueline Aragão Cordeiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*