Aeroporto Internacional Pinto Martins

O Aeroporto Internacional Pinto Martins teve suas origens na pista do Alto da Balança, construída na década de 1930 e utilizada até 2000 pelo Aeroclube do Ceará. Durante a II Guerra Mundial, serviu de base de apoio às forças aliadas, época em que foi construída a segunda pista de pousos e decolagens, a atual pista principal do Aeroporto de Fortaleza.

Em 13 de maio de 1952, o Aeroporto ganhou o nome de Pinto Martins, em homenagem ao cearense Euclides Pinto Martins que realizou o primeiro voo sobre o Oceano Atlântico entre Nova Iorque e o Rio de Janeiro, no início da década de 1920, a bordo do hidroavião Sampaio Correia.

A segunda pista do Alto da Balança foi ampliada para 2.545m em 1963. O primeiro terminal de passageiros e o pátio de aeronaves foram construídos em 1966. A administração do aeroporto foi transferida à INFRAERO – Empresa Brasileira de Infra-estrutura Aeroportuária, em 7 de janeiro de 1974 (Portaria nº 220/GM5, de 3 de dezembro de 1973), quando se iniciou uma série de obras para revitalização e ampliação do complexo aeroportuário, entre elas a do pátio e a do terminal de passageiros.

Através de uma parceria entre a INFRAERO, Governo Federal e Governo do Estado, o aeroporto recebeu novo e moderno terminal de passageiros com 38,5 mil metros quadrados, inaugurado em fevereiro de 1998. O novo terminal tem capacidade para 6,2 milhões de passageiros/ano, 14 posições para estacionamento de aeronaves e é dotado de modernos sistemas de automação, sendo classificado como Internacional em 1997 (Portaria 393 GM5, de 9 de junho de 1997). Fica a apenas 6 km do centro da cidade.

INFORMAÇÕES E SERVIÇOS:
Área total do sítio aeroportuário: 1.218.799,30m²;
Área total do TPS: 38.500m², constando de quatro pavimentos (subsolo, térreo, primeiro andar e terraço panorâmico);
Desembarque Doméstico: 800m²;
Desembarque Internacional: 400m²;
Área do TAG: 8.279,68m², constando de dois pavimentos (térreo e 1 andar);
Estacionamento: 900 vagas;
Esteiras de bagagem e despacho;
08 escadas-rolantes;
10 elevadores;
Serviços de informações turísticas;
Agências de turismo;
Táxis (comum e especial);
Locadoras de veículos;
Ônibus (urbano, executivo e para embarque/desembarque remotos);
Praça de alimentação;
Free-shop;
Posto de Primeiros Socorros;
Sala VIP;
Aeroshop com 40 lojas

Fonte: Infraero
Jaqueline Aragão Cordeiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*