Meruoca

Meruoca é um município cearense e fica a 248 km de Fortaleza. Sua população estimada em 2015 e de 13.693 habitantes. De suas terras brotam cristalinas águas que por vezes escorrem pelo relevo em esplendorosas cachoeiras e “encantantes” quedas d’água e que, por outras, passa roçando por entre pacientes e deslizantes granitos, a esculpi-los. O topônimo Meruoca vem do tupi e significa: Morada das Moscas, meru : mosca; e oca: casa, morada.

O povoado de Meruoca teve sua fundação no recuado ano de 1727, quando foi iniciada a construção da capela de Nossa Senhora da Conceição. A capela recebeu o patrimônio de meia légua de terras na serra da Meruoca, doado pelo coronel Sebastião de Sá Barroso. Esse patrimônio só foi julgado, canonicamente, em 1767, pelo visitador José Teixeira de Azeredo.

Segundo Manoel Rodrigues, no livro Meruoca no Contexto Planetário, a povoação iniciou por volta de 1712 com a construção, coordenada pelo 1º cura, o jesuíta Pe. Miranda, do 1º oratório à N.S.da Conceição, no Sitio São José à margem do riacho, onde segundo a lenda foi encontrada uma imagem da santa que por diversas vezes foi retirada para colocar em outro nicho e misteriosamente voltava para o mesmo lugar. A edificação foi de taipa coberta de palha e 15 anos depois, em 1727, com a doação de terras para formação do patrimônio (meia légua de terras com benfeitorias – plantios de cana-de-açúcar, café, arroz, trigo e fruteiras, um engenho e 100 cabeças de gado bovino), pelo sesmeiro Sebastião de Sá, iniciou-se a construção da igreja e a formação de ruas com casas; a maioria de palha. A Serra da Meruoca foi entregue a vários sesmeiros que tinham a missão de produzir. O maior deles, Sebastião de Sá tinha outras sesmarias na ribeira do Acaraú.

A freguesia de Nossa Senhora da Conceição e o distrito foram criados em virtude da lei nº 1.799, de 10 de janeiro de 1879. Instituída canonicamente por provisão de 4 de fevereiro de 1880, teve como primeiro vigário o padre Diogo José de Sousa Lima, que iniciou sua atividades, após tomar posse no cargo, a 29 de fevereiro de 1880. Elevado à categoria de vila com a denominação de Meruoca, pela lei provincial nº 2090, de 1311-1885, desmembrado de Sobral. Sede na povoação de Meruoca. Constituído do distrito sede. Instalado em 24/01/1887.

Em 24/12/2008 foi sancionada a Lei 11891 que criou a APA (área de preservação ambiental), situada na biorregião da Serra da Meruoca, localizada nos Municípios de Meruoca, Massapê, Alcântara e Sobral, no Estado do Ceará, com os objetivos de garantir a conservação de remanescentes das florestas caducifólias e subcaducifólias; proteger os recursos hídricos; proteger a fauna e a flora silvestres; promover a recomposição da vegetação natural; melhorar a qualidade de vida das populações residentes, mediante orientação e disciplina das atividades econômicas locais; ordenar o turismo ecológico; fomentar a educação ambiental; preservar as culturas e tradições locais.

A APA é dividida em dois setores, o setor A com área aproximada de 608 hectares e setor B, correspondente a toda a área compreendida acima da cota de 600 metros de altitude, nos municípios de Meruoca, Massapê, Alcântara e Sobral. A área oficial aqui considerada, de 29.361 hectares, é a que consta no site do ICMBio em abril de 2018 .

Fonte: Wikipedia / Site da P.M. de Meruoca / https://www2.senado.leg.br

Jaqueline Aragão Cordeiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*