A inquisição no Ceará – “In nomine patris et filis, et spiritus…”

Anda vagabundo pelas freguezias da Granja, Serra dos Cocos, e Vila Viçoza hum homem cego com coroa aberta e intitulando-se sacerdote“. A descrição era implacável, nas comunicações entre comissários e familiares do Santo Ofício aos inquisidores. Noutro documento, as ousadias do senhor desconhecido que perambulou lesando incautos pelas veredas da serra cearense da Ibiapaba. O tal vinha “confessando, baptizando, benzendo e exorcizando“, “dizia missa e confessava“. Se a Inquisição era por demais inclemente, havia os que davam -motivos-. Como modesto jesuíta, estava ali o “padre Francisco de Faria“, orientador das almas e de gestos. Só embuste. A coroa aberta na Continue lendo A inquisição no Ceará – “In nomine patris et filis, et spiritus…”

GAIATICE – EM UMA RÁDIO NO CEARÁ

Locutor: – Quem ligar agora e fizer uma frase com uma palavra que não exista no dicionário ganha duas entradas para o cinema. Alô! Quem é?Ouvinte: – Sérgio, do Jardim Iracema.Locutor: – Olá Sergio… Já conhece a brincadeira? Qual a sua palavra?Ouvinte: – Ah! A palavra é vaice!Locutor: – Vaice? Como se escreve?Ouvinte: – V – A – I – C – E.Locutor: – Espera um pouco… Deixa eu consultar o dicionário… É, realmente esta palavra não existe. Agora faça uma frase com essa palavra e, se a frase fizer sentido e descobrirmos o que significa a palavra, você ganha!Ouvinte: Continue lendo GAIATICE – EM UMA RÁDIO NO CEARÁ