CEARÁ EM VERSOS – BAIÃO

Baião Luiz Gonzaga Eu vou mostrar pra vocês Como se dança o baião E quem quiser aprender É favor prestar atenção Morena chega pra cá Bem junto ao meu coração Agora é só me seguir Pois eu vou dançar o baião Eu já dancei balancê Xamego, samba e xerém Mas o baião tem um quê Que as outras danças não têm Oi quem quiser é só dizer Pois eu com satisfação Vou dançar cantando o baião Eu já cantei no Pará Toquei sanfona em Belém Cantei lá no Ceará E sei o que me convém Por isso eu quero afirmar Continue lendo CEARÁ EM VERSOS – BAIÃO

CEARÁ EM VERSOS – CEARÁ, TERRA DA LUZ

Ceará, terra da luzItalo e Reno com participação de FagnerImagina um lugar lindo todo colorido pintado na bela tela pelo criador Imagina o meu lugar dos sonhos o meu paraíso As cores da felicidade sorrindo pra você Imagina meu porto seguro minha alegria Eu agradeço todo dia eu tenho amor e pazDaqui o mundo é tão bonito pode ter certeza Tanta beleza, não troco por nada Eu sou feliz demais E o sol iluminando os corações E o verde do teu mar que me seduz A tua maravilha encanta, eu posso me orgulhar  Porque eu sou cearense, porque sou brasileiro Sou apaixonado pelo meu lugar Eu trago no peito um amor verdadeiro Eu Continue lendo CEARÁ EM VERSOS – CEARÁ, TERRA DA LUZ

CEARÁ EM VERSOS – BEIRA MAR

Música: Beira MarCompositor: Ednardo Na beira marEntre luzes que lhe escondemSó sorrisos me respondemQue eu me perco de vocêQue eu me perco de vocêVocê nem viuA lua cheia que eu guardeiA lua cheia que espereiVocê nem viu, você nem viu (bis)Viva o som da nossa idadeForte praia, minha cidadeSó o meu grito nega aos quatro ventosA verdade que eu não quero verSó o meu grito nega aos quatro ventosA verdade que eu não quero verNa beira marEntre luzes que lhe escondemSó sorrisos me respondemQue eu me perco de vocêQue eu me perco de vocêE o seu gostoQue ficando em minha Continue lendo CEARÁ EM VERSOS – BEIRA MAR

CEARÁ EM VERSOS – PADRE CÍCERO

CEARÁ EM VERSOS – VIVA MEU PADIM

Música: Viva Meu PadimLetra: Luiz GonzagaVoz: Luiz Gonzaga e Benito de Paula Olha láNo alto do HortoEle está vivoPadim não tá morto Viva meu PadimViva meu PadimCícero RomãoViva meu PadimViva tambémFrei Damião Eu todos os anosSetembro e NovembroVou ao JuazeiroAlegre e contenteCantando na frenteSou mais um romeiro Vou ver meu PadimDe bucho cheioOu barriga vaziaEle é o meu paiEle é o meu santoÉ minha alegria Olha láNo alto do hortoEle tá vivoPadim não tá morto

CEARÁ EM VERSOS – A MAIS BELA

CEARÁ EM VERSOS – MUCURIPE

Música: MucuripeLetra: Fagner e BelchiorÁudio: Fagner e Roberto Carlos As velas do MucuripeVão sair para pescarVão levar as minhas mágoasPras águas fundas do marHoje à noite namorarSem ter medo da saudadeSem vontade de casar Calça nova de riscadoPaletó de linho brancoQue até o mês passadoLá no campo inda era florSob o meu chapéu quebradoUm sorriso ingênuo e francoDe um rapaz moço encantadoCom vinte anos de amor Aquela estrela é belaVida vento vela leva-me daquiAquela estrela é belaVida vento vela leva-me daqui

CEARÁ EM VERSOS – FORTALEZA

Música: FortalezaLetra: Fagner e Fausto NiloÁudio: Fagner Velas brancas do mar vão surgindoCom as primeiras estrelas do céuOnde o verde da tarde é mais lindoE o azul só precisa de Deus Se essa cidade é meu mundoMucuripe, jamais foste meuMe envolveu teu encanto profundoQual jangada que o vento esqueceuMas quando eu canto a belezaQue ainda iremos fazerSem desprezar a riquezaFortaleza, eu só penso em você Eu só quero dizerQue é a cidade é a luzQue ilumina os meninos risonhosAlém da imaginaçãoTe levo em meu coração

CEARÁ EM VERSOS – NO CEARÁ NÃO TEM DISSO NÃO

Música: No Ceará não tem disso nãoÁudio: Luiz Gonzaga Tenho visto tanta coisaNesse mundo de meu DeusCoisas que prum cearenseNão existe explicaçãoQualquer pinguinho de chuvaFazer uma inundaçãoMoça se vestir de cobraE dizer que é distração Vocês cá da capitalMe adesculpe esta expressão No Ceará não tem disso não,Não tem disso não, não tem disso nãoNo Ceará não tem disso não,Não tem disso não, não tem disso nãoNão, não, não,No Ceará não tem disso não,Não, não, não,No Ceará não tem disso não, Nem que eu fique aqui dez anosEu não me acostumo nãoTudo aqui é diferenteDos costumes do sertãoNum se pode Continue lendo CEARÁ EM VERSOS – NO CEARÁ NÃO TEM DISSO NÃO

CEARÁ EM VERSOS – NO CEARÁ É ASSIM

Música: No Ceará é assimÁudio: Fagner Eu só queriaQue você fosse um diaVer as praias bonitas do meu Ceará Tenho certezaQue você gostariaDos mares braviosDas praias de lá Onde o coqueiroTem palma bem verdeBalançando ao ventoPertinho do céuE lá nasceu a virgem do poemaA linda Iracema dos lábios de melOh! Quanta saudadeQue eu tenho de láOh! Quanta saudade A jangadinha vai no mar deslizandoO pescador o peixe vai pescandoO verde mar …Que não tem fimNo Ceará é assim