Mamulengo

Mamulengo é um tipo de fantoche típico do nordeste brasileiro, especialmente do estado de Pernambuco. A origem do nome é controversa, mas acredita-se que ela se originou de “mão molenga”, mão mole, ideal para dar movimentos vivos ao fantoche. Um ou mais manipuladores dão voz e movimento aos bonecos. Suas apresentações eram em praça pública, em geral nos arrabaldes durante os festejos religiosos, apresentando temática em geral bíblica ou sobre atualidades. O mamulengo faz parte da cultura popular nordestina, sendo praticada desde a época colonial. Retrata situações cotidianas do povo que a pratica, geralmente situações cômicas e sátiras. Na cidade Continue lendo Mamulengo

Precisa-se do Ceará – Gilberto Freyre

Discurso de Gilberto Freyre, acontecido durante a conferência “Precisa-se do Ceará”, do Teatro José de Alencar, em Fortaleza, no ano de 1944, e depois Publicado no jornal “Unitário”, da cidade de Fortaleza, em 28 de agosto de 1944. “Creio que foi principalmente a Universidade de Columbia, cosmopolita como nenhuma e cheia de provincianos do mundo inteiro, que me distanciou para sempre do puro cosmopolitismo, depois de me ter curado do bairrismo também puro. Mas não para me tornar um chauvinista ou nacionalista intolerante, e sim um adepto da combinação de duas tendências que só combinadas me parecem psicológica e culturalmente Continue lendo Precisa-se do Ceará – Gilberto Freyre

Encontro entre o cangaceiro Candeeiro e o policial da volante José Panta

Matéria do programa “Fantástico” da Rede Globo (1996) sobre o encontro entre o ex-cangaceiro Candeeiro II (Manoel Dantas Loyola) e o ex-Policial Volante José Panta de Godoy algoz de Maria Bonita.

Datas comemorativas – Dia 22 de abril

desc do brasil

dia da terra

24 de novembro – Dia dos rios

O desastre ambiental em Mariana, acontecido dia 05/11/15, e considerado o maior já ocorrido no Brasil, deixou, até agora, oito mortos. Quatro corpos ainda não foram identificados e 11 pessoas, entre moradores e empregados da Samarco, estão desaparecidas. A lama que vazou com a queda da barragem, depois de destruir Bento Rodrigues, atingiu o Rio Doce via afluentes, chegando ao Espírito Santo. No caminho, os rejeitos de minério de ferro arrasaram fauna, flora e deixaram moradores de cidades ribeirinhas sem água. Jornal zero hora

Sexta-Feira 13

A Sexta-feira no dia 13 de qualquer mês é considerada popularmente como um dia de azar. O número 13 é considerado de má sorte. Na numerologia o número 12 é considerado de algo completo, como por exemplo: 12 meses no ano, 12 tribos de Israel, 12 apóstolos de Jesus ou 12 constelações do Zodíaco. Já o 13 é considerado um número irregular, sinal de infortúnio. A sexta-feira foi o dia em que Jesus foi crucificado e também é considerado um dia de azar. Somando o dia da semana de azar (sexta) com o número de azar (13) tem-se pela tradição, Continue lendo Sexta-Feira 13

Anúncio no JORNAL GAZETA DO NORTE

Anúncio no JORNAL GAZETA DO NORTE de 09/06/1880 É fantástico descobrir expressões usadas hoje mas que existiam há 135 anos.

Datas comemorativas

IMG_20151104_224458_890

IMG_20151105_231306_956

IMG_20151106_220347_564

IMG_20151112_072711_290

IMG_20151112_072648_002

Doença do tatu

A coccidioidomicose, mais conhecida como “doença do tatu” é uma micose pulmonar e vem sendo descrita desde 1892. É uma doença adquirida através da inalação do fungo Coccidioides. Restringe-se principalmente a áreas de clima árido, solo alcalino e regiões com baixo índice de chuvas, dessa forma, a maioria dos casos descritos no Brasil ocorreram na região Nordeste. Havia um número reduzido de casos publicados no país, mais precisamente, 12 casos até 1997. Em 1994 houve um surto epidêmico em Oeiras (PI), em 1997 foram relatados quatro casos em Aiuaba (CE), até que em 2013, a doença causa pavor no Piaui, Continue lendo Doença do tatu

28 de abril – Dia da caatinga

A caatinga ocupa uma área de cerca de 844.453 quilômetros quadrados, o equivalente a 11% do território nacional. Engloba os estados Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Piauí, Sergipe e o norte de Minas Gerais. Rico em biodiversidade, o bioma abriga 178 espécies de mamíferos, 591 de aves, 177 de répteis, 79 espécies de anfíbios, 241 de peixes e 221 abelhas. Cerca de 27 milhões de pessoas vivem na região, a maioria carente e dependente dos recursos do bioma para sobreviver. A caatinga tem um imenso potencial para a conservação de serviços ambientais, uso sustentável e Continue lendo 28 de abril – Dia da caatinga