Manuel Moreira da Rocha

Manuel Moreira da Rocha, conhecido como Mané Onça, nasceu em Caucaia, antiga Vila de Soure, em 26 de Setembro de 1880 e faleceu em 08 de Março de 1935. Era filho de Pedro da Rocha Motta e Anna Moreira da Rocha. Formou-se em medicina e farmácia pela Faculdade de Medicina da Bahia, interno da cadeira de Clinica Cirúrgica regida pelo professor Pacheco Mendes, e diretor da Sociedade Beneficência Acadêmica.

Sua Tese, apresentada a Faculdade e perante ela defendida a 9 de Dezembro de 1904, versou sobre “O genu valgum e seu tratamento” e foi aprovada com distinção. Além da tese inaugural foi conhecido dele: — Discurso pronunciado na residência do Dr. Augusto C. Vianna paraninfo dos Doutorandos de 1934; por ocasião da entrega do quadro de retratos pelo Dr. Manoel Moreira da Rocha, orador oficial eleito por seus colegas de formatura.

Com Clementino Fraga, Ribeiro Vianna e outros redigiu a Revista do Grêmio dos Internos dos hospitais. Publicou Contribuição ao estudo da coxalgia (1905). Por algum tempo esteve a frente da redação do Jornal do Ceará, Fortaleza.

Em 1912 foi eleito pela primeira vez deputado federal pelo Ceará, para a legislatura 1912-1914. Reeleito para os períodos 1915-1917, 1918-1920 e 1921-1923, após um intervalo voltou à Câmara dos Deputados na legislatura 1927-1929. Foi mais uma vez eleito em 1930, mas teve o mandato interrompido pela revolução de outubro daquele ano, que levou Getúlio Vargas ao poder e fechou todos os órgãos legislativos do país.

Foi um dos chefes políticos de maior saliência no regime republicano no Ceará, podendo-se mesmo dizer que talvez nenhum outro político teve prestígio mais sólido e amplo, acentuando-se da campanha pró-Franco Rabelo. Fundou o Partido Democrata e durante toda a sua vida de então até 1935 representou o Ceará na Câmara Federal, cuja tribuna ilustrou com seu verbo ardoroso e honrou com bravura, daí seu apelido “mané onça”, tornando-se uma das figuras de primeiro plano do Parlamento Nacional, podendo-se, disto, ter a melhor prova no seu valioso arquivo particular, na época, em poder do Prof. Hugo Catunda, que estava escrevendo a sua biografia.

Fonte: Diccionario Bio-bibliographico Cearense – Barão de Studart / Wikipedia
Jaqueline Aragão Cordeiro

One Reply to “Manuel Moreira da Rocha”

  1. procuro por familiares, eu sou raquel soares da rocha, meu pai mauricio cesar da rocha, avo ana clara da rocha e seu irmão jose rodrigues da rocha

Deixe uma resposta para Raquel Soares Rocha Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*