Monumento a Dom Pedro II

O monumento a D. Pedro II está localizado na Praça Caio Prado, em frente a Catedral de Fortaleza. A iniciativa foi do Sr. Francisco E. da Mota com o apoio dos senhores: Dr. Francisco Barbosa de Paula Pessoa, Miguel Fernandes Vieira, padre José Barbosa de Jesus, Tomé A. da Mota e outros. Representa a gratidão dos cearenses pelo monarca, que entre outras coisas, criou o DNOCS e mandou construir o açude Cedro, em Quixadá, para ajudar a população em períodos de seca. A ideia da ereção da estátua foi lançada no dia 29 de julho de 1905. No dia 14 Continue lendo Monumento a Dom Pedro II

Monumento ao centenário do Cristo Redentor

O monumento em homenagem ao 1º centenário do Cristo Redentor, está localizado na praça Senador Machado (em frente ao Seminário da Prainha e ao Centro Dragão do Mar) e foi construído por iniciativa do Círculo dos Operários e Trabalhadores Católicos de São José. O pedestal da estátua tem 4,50 mts, a estátua tem 2,70 mts e a cruz 3,50 mts. A altura total é de 35 metros. Existe uma escada em espiral com 115 degraus que dá acesso a uma plataforma de quatro metros, é o posto mais alto da cidade, ficando 44 metros acima do nível do mar. Entre as volutas Continue lendo Monumento ao centenário do Cristo Redentor

Monumento ao General Tiburcio

O monumento ao Gal. Antonio Tibúrcio Ferreira de Sousa, herói da guerra do Paraguai, está localizado na praça que também leva seu nome, conhecida também, como praça dos leões. A ideia nasceu de um grupo de companheiros seus, durante uma conversa sobre a vida do ilustre soldado. A princípio a ideia era apenas levantar um mausoléu no cemitério público, mas encorajados pelo capitão Cândido Leopoldo Esteves, ficou resolvido na primeira reunião, realizada no dia 15 de abril de 1885, que se fizesse uma estátua. Para esse fim, pediu-se a imprensa local, representados pelos jornais “Constituição”, “Gazeta do Norte” e “Libertador”, auxílio para arrecadar donativos. Continue lendo Monumento ao General Tiburcio

Casa de Juvenal Galeno

Fundada em 27 de setembro de 1919, é uma instituição mantida pela Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), com objetivo de difundir e incentivar a cultura cearense. A Casa de Juvenal Galeno, dirigida por Antônio Galeno, sempre foi um movimentado centro cultural da cidade. Nesta casa, o poeta Juvenal Galeno criou os seus sete filhos e veio a falecer aos 95 anos. Instalada à rua General Sampaio, 1128, a Casa de Juvenal Galeno, construída pelo poeta em 1886 e transformada em centro de cultura em 1919 por suas filhas Júlia e Henriqueta Galeno, é um dos palcos mais Continue lendo Casa de Juvenal Galeno

FARMÁCIA OSWALDO CRUZ

A farmácia Oswaldo Cruz foi fundada no dia 29 de junho de 1932 pelo Farmacêutico Hortêncio Mota, sendo depois, vendida para o também farmacêutico e funcionário da farmácia, Edgar Rodrigues de Paula, em 1934. Desde então, pertence a família de Edgar há três gerações. A farmácia foi a primeira em manipulação do Estado do Ceará e mantém seus padrões de qualidade até hoje. O prédio, localizado na rua Major Facundo, e construído em 1890, correu risco de desaparecer, é que após a morte do proprietário do prédio, Sr. Plácido Paiva, as irmãs do mesmo se tornaram as locatárias do imóvel e chegaram a pedir três vezes Continue lendo FARMÁCIA OSWALDO CRUZ

Hotel Excelsior

O prédio foi inaugurado em 31 de dezembro de 1931. Foi o primeiro “arranha-céu” da cidade com sete andares. Inspirado em um edifício de Milão na Itália. Foi construído todo em alvenaria por Natali Rossi, cunhado de Plácido de Carvalho e a decoração interna foi feita por Pierina Rossi, esposa de Plácido. Ali já foi o sobrado do Comendador Machado, o Hotel Central e o Café Riche. O sobrado foi construído em 1825 pelo Comendador José Antonio “Machado”. Foi comprado pelo comerciante Plácido de Carvalho em 1827 para ali construir o primeiro arranha-céu da cidade com 12 apartamentos de luxo, 38 apartamentos simples e Continue lendo Hotel Excelsior

Casa de Câmara de Cadeia de Barbalha

A edificação foi construída por órdem de D. Pedro II, durante a grande seca de 1877, com o objetivo de criar frente de trabalho para os retirantes. É portanto, uma unidade arquitetônica representativa da história do povo de Barbalha, estando situado no local onde anteriormente se realizava a “Festa do pau-da-bandeira de Santo Antônio”. Como demais construções do gênero no país, a Casa de Câmara e Cadeia de Barbalha apresenta dois pavimentos, sendo o térreo dividido em seis celas distribuídas a partir de um corredor central. O pavimento superior, com acesso por escadaria externa, possui, além das salas, um amplo Continue lendo Casa de Câmara de Cadeia de Barbalha

CASARÕES HISTÓRICOS DO CEARÁ – CASARÃO DOS PINHO

  Casarão dos Pinho foi construído por João Pinho Pessoa, em 1850, na cidade de Viçosa do Ceará. Possui 186 portas e janelas. Tombado pelo IPHAN, o prédio é uma das atrações para quem visita a cidade.