Monsenhor Tabosa

Antônio Tabosa Braga nasceu em Itapipoca, 19 de dezembro de 1874 e faleceu em Faleceu em Fortaleza, aos 60 anos de idade, no dia 12 de abril de 1935. Foi vigário-geral da arquidiocese de Fortaleza, sendo o segundo de D. Manuel da Silva Gomes. Foi um dos fundadores do leprosário de Canafístula (atual Centro de Convivência Antônio Diogo) e da União dos Moços Católicos de Fortaleza. Era filho do capitão Domingos Francisco Braga e de Ana Luísa Tabosa Braga. Seu pai viria a ser intendente municipal (prefeito) entre 1877 e 1880. Ana Luísa veio a falecer com mais de cem Continue lendo Monsenhor Tabosa

Antônio Justa

Antônio Alfredo da Justa, ou somente Antônio Justa, nasceu em Fortaleza, no dia 23 de outubro de 1881 e faleceu em Fortaleza, no dia 07 de Agosto de 1941, vítima de angina. Foi sepultado no Cemitério de São João Batista, também em Fortaleza. Era filho de Alfredo Henrique da Justa e de Laura Téofilo da Justa, irmã do farmacêutico Rodolfo Teófilo. Apesar de ter nascido no Ceará, uma parte da sua infância foi vivida na Paraíba, local onde iniciou seus estudos primários. Porém, a convite de Rodolfo Téofilo, retornou ao Ceará para estudar no Liceu, onde iniciou e concluiu seu Continue lendo Antônio Justa

Tomás Antônio de Paula Pessoa

Tomás Antônio de Paula Pessoa nasceu em Sobral, no dia 31 de outubro de 1834 e faleceu em  Fortaleza, no dia 6 de janeiro de 1901. Foi o terceiro dos seis filhos de Francisco de Paula Pessoa, senador do Império do Brasil, e de Francisca Maria Carolina de Paula Pessoa. Era sobrinho materno de João de Andrade Pessoa Anta, um dos líderes cearenses da Confederação do Equador. Cursou as faculdades de direito de Olinda e São Paulo, onde recebeu o grau de bacharel em 1858. No entanto, não quis seguir a carreira nem de advogado e de magistrado, vivendo como Continue lendo Tomás Antônio de Paula Pessoa

Tristão de Alencar Araripe Júnior

Tristão de Alencar Araripe Júnior nasceu em Fortaleza, no dia 27 de junho de 1848 e faleceu no  Rio de Janeiro, no dia 29 de outubro de 1911. Era filho de Tristão de Alencar Araripe, e de Argentina de Alencar Lima. Sua família foi uma das mais importantes do Ceará no século XIX, sendo seu pai filho de Tristão Gonçalves e neto de Bárbara de Alencar, Araripe Júnior era primo legítimo de José de Alencar. Acompanhando o pai, que assumiu uma série cargos públicos no Império, residiu por fim em Recife, onde se matriculou no Colégio Bom Conselho, dirigido pelo Continue lendo Tristão de Alencar Araripe Júnior

Desembargador José Jucá Filho

Nasceu em Quixadá, no dia 10 de fevereiro de 1903, era filho de José Leocácio de Menezes e Maria Brasilina de Menezes. Casou com Maria Nogueira de Menezes Jucá e tiveram três filhos: José Jucá Neto, Jovina Jucá e João Nogueira Jucá, o herói do incêndio da Casa de Saúde César Cals em 1959. Estudou no Instituto São Luís, Liceu do Ceará e bacharelou-se pela Faculdade de Direito do Ceará em 1928. Foi funcionário da Rede de Viação Cearense e da Diretoria de Viação e Obras Públicas do Estado e professor do Colégio São José, em Guaramiranga. Em 1928, logo Continue lendo Desembargador José Jucá Filho

João Nogueira Jucá

João Nogueira Jucá nasceu em Fortaleza, no dia 24 de novembro de 1941 na Casa de Saúde São Raimundo, era filho do Desembargador José Jucá Filho e da Professora Maria Nogueira de Menezes Jucá. O casal tinha mais dois filhos: José Jucá Neto e Jovina Jucá. Seus primeiros cinco anos de vida foram passados na antiga cidade de São Francisco, hoje Itapajé, onde seu pai exercia o cargo de Juiz Municipal e sua mãe o de Professora do Grupo Escolar. Sendo seu pai promovido, teve que morar na cidade de Lavras da Mangabeira, no ano de 1946. Alfabetizado por sua Continue lendo João Nogueira Jucá

Antônio Henrique da Justa

Antônio Henrique da Justa nasceu em Pacatuba, em 1875, e faleceu em 02 de Julho de 1909, com apenas 34 anos de idade, vítima de suicídio. Era filho de Henrique Gonçalves da Justa e de Engracia de Paula Justa. Eram seus avós maternos Francisco de Paula Tavares Coitinho e Lourença de Paula Tavares Coitinho, naturais de Pernambuco, e de origem portuguesa, e avós paternos Antônio Gonçalves da Justa, português, e Maria Neta da Justa, cearense e filha de português. Era autodidata e em 1894, tornou-se escriturário da Secretaria da Fazenda do Ceará. A aerostática era sua ocupação predileta, e durante Continue lendo Antônio Henrique da Justa

Perfil – Padre Cícero

Fonte: TV Assembleia Jaqueline Aragão Cordeiro

Catulo de Paula

Ermenegildo Evangelista de Souza, mais conhecido com “Catulo de Paula”, nasceu em São Benedito, no dia 13 de agosto de 1923 e faleceu em Fortaleza, no dia 10 de dezembro de 1984. Seu pai era cego desde os seis meses de idade e sustentava a família, composta de mulher e oito filhos, tocando violino, saxofone e clarineta em festas de sua cidade no interior cearense. Com oito anos, começou a tocar violão, ganhando os primeiros trocados para ajudar no sustento da família. Por volta dos 10 anos de idade, passou a fazer parte do grupo Vocalistas Tropicais, com os quais Continue lendo Catulo de Paula

Documentário Ramos Cotoco

Raimundo Ramos, mais conhecido pelo apelido de Ramos Cotoco, foi pintor, poeta, músico e boêmio da cidade de Fortaleza durante a virada do século XIX para o XX. Entre suas obras, destacam-se a pintura do teto do foyer do Theatro José de Alencar e o livro “Cantares Bohemios”, publicado em 1906. TV Assembleia – Ceará Jaqueline Aragão Cordeiro