Açude Castanhão – Cinco anos de seca no Ceará

Depois de quatro anos seguidos de seca, o maior açude do Ceará e um dos maiores do país atingiu o nível mais baixo desde que a área foi inundada. A captação de água pras cidades interior já diminuiu.

Imagens de satélite comprovam os efeitos dos últimos cinco anos de seca no volume de água do Castanhão. A consequência é visível: as comportas que, em 2009, precisaram ser abertas pra diminuir a vazão do açude, estão isoladas nas margens do reservatório.

Neste período a água baixou 27 metros: altura de um prédio de nove andares. E está a sete metros do volume morto, onde ficaria abaixo do ponto de captação pro abastecimento.

Veja no nesse link como está o volume de armazenamento de água nos açudes do estado.

Jaqueline Aragão Cordeiro

Author: Jaqueline Aragão Cordeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *