As olarias de Cascavel

Foto: Jaqueline Aragão Cordeiro

O processo começa com a quebra do barro, depois, vai para um tanque com água, em seguida se amassa com os pés, molda, seca um pouco no sol, tira os excessos, alisa com esponja molhada ou sabugo, seca, alisa novamente, dessa vez com uma semente, e então, é queimada no forno. Após 4 ou 5 horas, a peça está pronta.

Foto: Jaqueline Aragão Cordeiro / Sr. Otavio, da família Muniz

Há cerca de três anos, o artesão, Sr. Francisco Muniz, teve a ideia de incrustar o desenho da renda na cerâmica. Ainda hoje é considerada a fórmula do sucesso, guardada a sete chaves. No galpão atrás da casa, no qual o processo é realizado, há um aviso na porta: “Não entre sem convite”.

As peças de barro estão disponíveis nas lojas da Ceart, e também são vendidas para países como Itália e Portugal. Cada peça tem sua identidade, com as características e imperfeições do trabalho feito artesanalmente, mas, na minha opinião, é isso que dá a cada peça, uma beleza apaixonante e podem ter certeza, não conseguimos sair de lá apenas com uma peça.

Foto: Jaqueline Aragão Cordeiro

Famosa pela produção de cerâmica, Cascavel, no Litoral Leste, realiza aos sábados sua feira semanal. Nela, podem ser encontradas as mais variadas peças, como potes, quartinhas e panela produzidas com o barro avermelhado, característico da região.

Foto: Jaqueline Aragão Cordeiro

Segundo o presidente da Associação Comunitária da Moita Redonda e Círculo Vizinho (Sítio Boa Fé e Mataquiri), Francisco Muniz, muitos artesãos preferem vender os produtos na própria casa, pois o material é muito pesado e, às vezes, nem compensa ir à feira. Por isso, a visita ao distrito de Moita Redonda é imperdível para quem está na Cidade. Lá, conforme Muniz, 40% das famílias tiram o sustento do trabalho nas olarias.

Fonte: Jornal Diário do Nordeste
Veja o Vídeo
Família Muniz (85) 98872-3995 (Trabalham com cartão de crédito / débito)
Veja ADRIANO ARTESANATO no Facebook e pelo WhatsApp (85) 99798-7396
Fotos: Arquivo pessoal
Jaqueline Aragão Cordeiro

2 Replies to “As olarias de Cascavel”

  1. Gostaria de comprar panelas, ou melhor pretendo trocar todas as vasilhas que faz comida por vasilhas de cerâmica.
    Isso é possível?

    • Bom dia Valderez, segue contato dos fornecedores:
      Família Muniz (85) 98872-3995 (Trabalham com cartão de crédito / débito)
      Veja ADRIANO ARTESANATO no Facebook e pelo WhatsApp (85) 99798-7396

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*