Chuvas de 2017 no Ceará

Dos 131 açudes monitorados pela Cogerh, 87 estão sangrando e o volume acumulado já está próximo dos 16 bilhões de metros cúbicos, um recorde desde a criação da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos, em 1993, o que representa um acúmulo de 89% de água nas 11 Bacias que compõe o Estado do Ceará.

Os três maiores reservatórios do Estado, Castanhão, Orós e Banabuiú, estão sangrando. A abertura de quatro das 12 comportas do açude Castanhão foram abertas na sexta-feira (24), liberando 600m³/seg. de água e no sábado (25/02), também foram abertas as seis comportas que compõe o açude Banabuiú, com liberação de 687m³/seg. O açude Araras, o quarto maior do Estado, localizado no município de Varjota, também está sangrando.

Quadro Demonstrativo da situação nas 11 Bacias Hidrográficas do Estado:
Bacia do Alto Jaguaribe – 18 açudes, cinco sangrando
Bacia do Salgado – 13 açudes, sete sangrando
Bacia do Banabuiú – 18 açudes, 11 sangrando
Bacia do Médio Jaguaribe – 13 açudes, nove sangrando
Bacia do Baixo Jaguaribe – Um açude, sangrando
Bacia do Acaraú – 12 açudes, 10 sangrando
Bacia do Coreaú – Nove açudes, oito sangrando
Bacia do Curu – 13 açudes, 10 sangrando
Bacia do Parnaíba – 09 açudes, seis sangrando
Bacias Metropolitanas – 18 açudes, 13 sangrando
Bacia do Litoral – 07 açudes, sete sangrando

Fonte: Cogerh
Jaqueline Aragão Cordeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*