DECIFRANDO O CEARÊS

Para quem é cearense, vale a pena sempre lembrar para não esquecermos quem somos, para quem não conhece nosso linguajar, é bom aprender, pois se um dia vier a conhecer nossa terra maravilhosa, certamente ouvirá alguma dessas expressões.

– Botar a caçada no mato, é o mesmo que estragar algo, uma surpresa, um negócio, etc.
– Picar a mula, é o mesmo que sair as pressas.
– Entrar no jogo sem fichas, é o mesmo que se intrometer onde não foi chamado
– Levar no pagode, é o mesmo que não levar a sério
– Tiquin de nada, é o mesmo que uma coisa bem pequena
– Só quer ser as pregas, pessoa que quer ser muito importante
– Baixa da égua, é um lugar distante
– Dar o baculejo, é a revista feita por um policial
– Saco furado, é a pessoa que não sabe guardar segredo
– Fazer mercantil, é o mesmo que fazer a feira, fazer compras, fazer supermercado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*