Dicionário de Cearês – C / D

CABEÇA CHATA – É como são conhecidos os cearenses pelos invejosos de todo o Brasil
CABÔCO – Caboclo, homem
CABRA MACHO – Homem valente, de coragem
CACUNDA – As costas
CÔCO BABÃO – Fruto de um tipo de palmeira, tem sua casca mole
CAGADO – Sortudo
CALANGO – Lagartixa
CALIBRADO – Embriagado
CAMBITO – Perna fina
CANGOTE – Pescoço
CÃO CHUPANDO MANGA – Pessoa muito feia
CAPAR O GATO – Ir embora
CAPIONGO – Triste
CARAÔI / ZANÔI – Vesgo, estrábico
CARNE SECA – Charque, jabá
CATABILO – Pulos que o carro dá em estrada cheia de buracos
CARÃO – Chamar a atenção, repreender
CARTEIRA DE CIGARROS – Maço de cigarros
CASA DO CHICO – Lugar distante
CATREVAGE – Ralé, pessoa de baixo nível
CAXAPREGO – Lugar distante
CERÔTO – Sujeira preta na pele devido à falta de banho
CHABOQUE – Tampo, pedaço “Chico deu uma topada que tirou o chaboque do dedo”
CHAPA – Radiografia ou dentadura
CHAPÉU DE TOURO – Chifre
CHEI DOS PAU – Bêbado
CHULIPA – Tapa na orelha dada um dedo.
CIBAZOL – Coisa sem valor “Não vale um cibazol”.
CIGARRO A RETALHO – Venda de cigarros no varejo, menos do que uma carteira
CISMAR – Desconfiar de algo ou alguém
CORJA RUIM – Pessoas ruins, más
COMÉDIA – Programa divertido, balada
CORRALINDA – Coisa linda, pessoa bonita
CORRER FROUXO – Ter em abundância “Ali o dinheiro corre frouxo”
CORRA DENTRO – Chamar pra briga, incentivar a pessoa a fazer qualquer coisa
COURO DE PICA – Algo que vai e volta “Esse namoro é que nem couro de pica”
COTÔCO – Mostrar o dedo do meio para alguém
CRUZETA – Cabide para camisas e calcas.
CÚ DE CANA – Cachaceiro
CUMELÃO – Garanhão, homem namorador
CUSTAR – Demorar “O ônibus está custando muito”.

DANADA – Pessoa inquieta, que não fica parada
DAR CABIMENTO – Dar liberdade, intimidade
DAR O GRAU – Caprichar “Pode deixar que vou dar o grau no seu carro”
DAR O MAIOR 10 – Gostar muito de algo ou alguém
DAR O MÓ VALOR – Gostar muito de algo ou alguém
DAR O PREGO – Enguiçar
DAR PITACO – Opinar sobre um assunto, coisa ou pessoa
DAR UMA ROLADA – Fazer uma reclamação
DE SUPETÃO – De surpresa
DEDO DURO – Cabueta
DESTRAMBELHADO – Atrapalhado, sem juízo
DIA BONITO – Dia nublado, pronto para chover
DIABEISSO! – Que diabo é isso! Expressão de espanto.
DISTRENADO – Sem graça, encabulado, triste
DOIDIM – Doidinho, pessoa simpática meio amalucada
DOIDO PRA MATAR O VERME – Tirar o atraso de algo que se gosta
DONA ENCRENCA – Esposa
DOR DE VIADO – Dor debaixo das costelas que causa muito desconforto.

Jaqueline Aragão Cordeiro

Originally posted 2009-12-04 14:56:00.

Author: Jaqueline Aragão Cordeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *