Elvira Pinho

Elvira Eugênia Correia de Pinho nasceu em Maranguape no dia 12 de julho de 1860. Era filha de Reginaldo Benévolo Ferreira Pinho e Eugênia Correia de Pinho. Foi uma das primeiras alunas do Colégio da Imaculada Conceição, diplomando-se em 1877.

Começou como auxiliar do Colégio Santa Rosa Lima e foi depois nomeada Professora primária da capital. Membro do Conselho de Instrução Pública (1884). Professora de Música da Escola Normal Pedro 11, da qual foi a primeira mulher a ocupar o cargo de Diretora em 1913. Seu nome foi dado às Escolas Reunidas da Praia de Iracema.

Participou da campanha abolicionista, foi secretária da Sociedade das Senhoras Libertadoras e auxiliou no socorro aos flagelados da seca de 1915. Pianista de mérito, realizou estudos de Especialização de Teoria Musical com o Maestro François, no Rio de Janeiro. Voltando a Fortaleza, fundou o Recreio Musical, onde se apresentaram importantes nomes da música cearense. Escreveu um Compêndio de Teoria Musical, que recebeu elogios do Maestro Ernani Braga e do pianista Sousa Lima.

Encabeçou uma histórica passeata das donas de casa de Fortaleza contra a alta incontida do custo de vida, em julho de 1946 e morreu pouco mais de um mês após, 27 de agosto. Sócia honorária da Ala Feminina da Casa Juvenal Galeno.

Fonte: Portal da História do Ceará
Jaqueline Aragão Cordeiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*