Maria Lucia Corrêa

Maria Lúcia Magalhães Corrêa nasceu em Senador Pompeu (CE), no dia 20 de maio de 1931. Filha de Benevides de Magalhães e de Perpétua Sá Benevides de Magalhães. Graduou-se em Filosofia pela Faculdade Católica de Filosofia e Letras do Ceará, no ano de 1951.

Casou-se com Danilo Dalmo da Rocha Corrêa, natural de Caucaia, filho do Tenente Edson da Mota Corrêa, e tiveram seis filhos: Lucia Maria, Inês Maria, Edson Neto, Eveline Maria, Danilo Filho e Eveline Maria, além desses, tiveram mais dois filhos adotivos: Isabela e Antonio.

Maria Lúcia lecionou nos colégios Rui Barbosa e Farias Brito (em Fortaleza) e Janusa Corrêa (em Caucaia), onde foi também diretora por 17 anos. Seu ingresso na vida pública se deu na administração de seu marido Danilo Dalmo, quando foi prefeito de Caucaia, e esta exerceu o cargo de Secretária de Educação.

Seu primeiro mandato como Deputada Estadual, foi pela extinta ARENA (Aliança Renovadora Nacional), de 1979 a 1982. Nesse período desenvolveu projetos em benefício da educação e infraestrutura de Caucaia, com a construção de escolas que possibilitam o aumento dos níveis educacionais da população.

Não se reelege para o quadriênio de 1983/1986 mas se retorna a Assembleia Estadual para o quadriênio 1987/1990, onde exerce por dois anos a presidência da Comissão de Educação e 3 Secretária da Mesa Diretora desta casa. Atuou como Deputada Constituinte, participando da redação de artigos referente à educação, ciência e tecnologia, com o apoio da Universidade Estadual do Ceará. Foi a articuladora para a implantação da Escola da Fundação Bradesco, em Caucaia, na gestão do Governador Tasso Jereissati.

Em 1990 se reelege para o quadriênio 1991/1994, onde novamente ocupou a Presidência da Comissão de Educação, onde promoveu o 1 fórum da Educação Constituinte, atuando também como membro das Comissões de Meio Ambiente e de Direitos Humanos, e vice presidente da Comissão da Indústria, Comercio e Serviços. Retornou à Assembleia em setembro de 1998, assumindo seu mandando até o final da legislatura.

Durante sua carreira pública, Maria Lúcia ainda exerceu outras funções:
– Presidente do Conselho Estadual de Apoio a Pessoas Portadores de Deficiência, em 1984;
– Diretora do Departamento de Ensino (DEN) e a chefia do Gabinete do Secretário de Educação do Estado do Ceará, Prof. Irapuan Aguiar, em 1983;
– Presidente da Associação Cristã Feminina de Caucaia, da qual foi fundadora;
– Presidente do Movimento Social de Caucaia;
– Presidente do PSDB de Caucaia.

Presidiu também, a Associação de Proteção a Saúde, a Maternidade e a Infância de Caucaia, mantenedora do Hospital Maternidade Dr. Paulo Sarasate, que prestou serviços de Saúde à população de Caucaia por mais de 54 anos.

Pelos relevantes serviços prestados ao Município de Caucaia, recebeu o título de Cidadã Caucaiense, outorgado pelo Prefeito Domingos Pontes, através da Lei No. 464, de 12/04/1988.

Fonte: Mulheres no Parlamento Cearense / Arquivo Pessoal
Jaqueline Aragão Cordeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*