Mestre Getúlio Colares

dsc_2457

Getúlio Colares Pereira nasceu em Canindé, no dia 23 de março 1929. É sineiro da Basílica de São Francisco e “Tesouro Vivo do estado / Mestre da Cultura”, do ano de 2007. Ele começou a tocar sinos com a idade de 15 anos, precisamente no dia 29 de junho de 1944 por ocasião de uma procissão em homenagem ao Coração de Jesus, incentivado por sua mãe.

Mestre Getúlio, como é conhecido, diz que não se intimida em ter que encarar cinco vezes ao dia a escada que o leva para o local onde fica o sino. “Eu subo as escadas cinco vezes por dia. Às 5, 12, 15, 16 e 18 horas. Eu amo o que faço. Sou conhecido em todo o Ceará, Brasil e no mundo”, comenta.

Moradores de Canindé acham o toque do Mestre Getúlio diferenciado. A qualidade, segundo ele, veio desde a adolescência, da habilidade de tocar violão e banjo. “O som inspira musicalidade, dar um alento, acolhimento. Um pouco de sensações que nós estamos sempre atrás”, conta uma frequentadora fiel da Igreja de São Francisco de Assis.

Mestre Getúlio é casado há 39 anos com Dona Maria. É pai de cinco filhos e avó de sete netos. Quem pensa que ele está perto de se aposentar se enganou. Mestre Getúlio não pensa nisso, pois será para sempre o tesouro vivo do Santuário de São Francisco das Chagas de Canindé.

Fonte: G1 / Santuário de Canindé / Secult CE

Jaqueline Aragão Cordeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*