Plácido Barbosa de Carvalho

Plácido Barbosa de Carvalho nasceu em Canindé no dia 17 de janeiro de 1873. Filho de Bernardino Plácido de Carvalho e Alexandrina Barbosa Cordeiro de Carvalho.

Iniciou sua vida como caixeiro da firma “Barbosa, Pinto & Cia” e em 13 de fevereiro de 1899, abre sua própria loja, a “Casa Plácido”, na rua Floriano Peixoto, 47. Em 1905 já era um importante estabelecimento de tecidos, moda, novidades e enxovais completos para batizados e casamentos. Na loja vendia-se também artigos de  uso doméstico como móveis e decoração.

Em 05 de outubro de 1914, Plácido de Carvalho e Luiz Gonzaga Flavio da Silva em sociedade, inauguram a “Fábrica nacional de mosaicos e telhas”.  Em 1922 a fábrica passa a pertencer somente a Plácido.

Em 1915, inicia a construção de um prédio na praça do Ferreira, nessa época é procurado por Severiano Ribeiro que propõe alugar a parte terrea do prédio, onde em 02 de setembro de 1917, inaugura o “Cine Theatro Majestic-Palace”.

Durante a primeira guerra mundial, Plácido se casa em Paris com a viúva Maria Pierina Rossi, nascida em Milão no dia 11 de janeiro de 1889. Com a chegada de Pierina ao Ceará, em 1917, o casal morou na rua Princesa Isabel até 1920, quando mudaram para o “Palacete Plácido de Carvalho”. Em 1927 inicia a construção do “Excelsior Hotel”, inaugurado em 31 de dezembro de 1931.

Plácido faleceu no dia 04 de junho de 1935, no Excelsior Hotel, após seis meses doente. Em seu testamento, beneficiou seu cunhado, Natale Rossi, sua enteada Zaira Andersen, além de sua irmã Maria das Mercedes, sobrinhos e amigos. Deixou também doação em dinheiro para a Santa Casa de Fortaleza, para o Asilo dos alienados, Colégio Imaculada Conceição, Instituto de Proteção a Infância e para a Escola Pio X.

Pierina ainda casou com Emilio Hinko (1901/2002) em 1938 e também não teve filhos. Faleceu em Fortaleza no dia 16 de dezembro de 1957 em consequência da diabetes.

Fonte: Revista do Instituto do Ceará

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*