Praia de Flecheiras

06-Flecheiras (6)

O grande atrativo são as piscinas naturais formadas pelos recifes na maré baixa. O visitante desfruta de boas pousadas à beira-mar e pode fazer uma longa e revigorante caminhada. A praia não oferece apenas a calma e tranquilidade aos visitantes. Quem procura diversão e agito também pode desfrutar de algumas opções oferecidas por Flexeiras. Bares, restaurantes e casas de show animam a noite. Festivais e campeonatos esportivos são realizados constantemente. O turista pode subir as dunas para apreciar o visual e visitar pequenas e grandes lagoas no meio do areal. Há também diversão, alegria, boas comidas e festas. Flexeiras ainda conta com um Reveillon incrível. Cada vez mais a festa vem crescendo ao gosto dos turistas e atraindo um público crescente.

07-Flecheiras (7)

11-Flecheiras (11)

Trairi nasceu como aldeia em 1608, com a chegada dos Potiguaras às margens do rio Trairi. Entre o século XVI e a metade do século XVII, ainda se encontrava nesta mesma situação. No final do século XVII, começaram a chegar portugueses que se estabeleceram, constituindo famílias. A ocupação se intensifica no município em meados do século XVIII, quando os colonos Nicolau Tolentino, Marinheiro Cunha, Manuel Barbosa, Xavier de Sousa, João Verônica e Antônio Barros de Sousa estabeleceram fazendas na região.

12-Flecheiras (12)

13-Flecheiras (13)

O povoado é elevado à categoria de Vila e posteriormente a Município. A sua evolução política é marcada por uma trajetória repleta de instabilidades, sendo alvo de constantes alterações, onde, após ter chegado à condição de município, em novembro de 1863, tem essa condição suprimida e restaurada em várias ocasiões, vindo a ser restaurado definitivamente somente em 22 de novembro de 1951 e instalado em 25 de março de 1955 com o desmembramento do município de Paracuru.

31-Flecheiras (14)

Trairi ocupa uma área de aproximadamente 924,56 km², que corresponde a 0,62% do território do Estado. Possui 48 km de extensão linear na direção norte-sul e 41 km na direção Leste-Oeste. Limita-se ao norte, com o município de Itapipoca e o oceano Atlântico, ao sul com o Município de São Luís do Curu, a sudeste, com o município de São Gonçalo do Amarante, a sudoeste, com o município de Tururu, a oeste, com o município de Itapipoca e a leste com município de Paraipaba.

34-Flecheiras (17)

A divisão territorial do município compreende 05 distritos: a Sede, o distrito de Mundaú, o distrito de Canaã, o distrito de Córrego Fundo, o distrito de Flecheiras e o distrito de Gualdrapas. A sede municipal, pelo rio Trairi, situa-se a uma altitude media de 18m. O principal acesso ao município é feito através da rodovia estruturante Costa do Sol Poente de apoio ao turismo, CE 085, que o interliga à capital e aos municípios vizinhos de Itapipoca e Paraipaba.

44-Flecheiras (27)

Situa-se na faixa litorânea do estado a oeste de Fortaleza, sendo formado por três, unidades geomorfológicas: a planície litorânea, composta pela faixa de praia e um cordão de dunas em toda a extensão do litoral com uma largura média de 4 km, os declives pré-litorâneos que representam a área de maior extensão e que abriga a base da economia agropecuária municipal, e a depressão sertaneja ao sul, oeste e sudeste onde se verifica a presença de inselbergs (é uma forma residual que apresenta feições variadas tais como crista, cúpula, e domo, cujas encostas mostram declives acentuados, dominando uma superfície de aplanamento superior) com altitudes inferiores a 120m.

Imagens: Arquivo pessoal

2 Replies to “Praia de Flecheiras”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*