Praia de Pontal das Almas

De barco a motor, a partir de Cajueiro da Praia (Piauí), é mais fácil chegar ao ponto mais extremo a oeste do litoral cearense, localizado em Barroquinha, município a 413 quilômetros de Fortaleza. Porém, ainda não tem serviço de aluguel de barcos disponível no local e é preciso se virar para conseguir uma embarcação segura em Parnaíba (PI) a 60 quilômetros dali.

No Pontal das Almas, além da paz, associada à bela paisagem marinha envolta em alvas dunas, o visitante ouve dos pescadores histórias sobrenaturais que dão àquele lugar uma aura de mistério. Costumavam contar os habitantes mais antigos que morou por muito anos naquelas terras uma senhora, de origem palestina, chamada Adelaide, que era muito caridosa e que, ao falecer, foi sepultada em um outro distrito de Barroquinha.

Reza a lenda que algum tempo depois, ela apareceu para um agricultor, em um distrito de Viçosa do Ceará, na Serra da Ibiapaba, pedindo que seu corpo fosse trasladado para o Pontal das Almas. Feito isso, começou uma rotina de fé, orações e milagres a ela atribuídos; e também de fenômenos estranhos, como barulhos e vozes.

Atualmente o Pontal das Almas é, tecnicamente, uma ilha. Há dois anos uma gamboa (lagoa formada por inundação de um curso d´água) abriu, inundando o único acesso de Bitupitá para lá por terra. Pelos relatos dos moradores mais antigos, acredita-se que esse seja um fenômeno cíclico, pois já ocorreu há uns 40 anos. O Pontal das Almas já teve 220 hectares, que hoje estão resumidos a 125 hectares, em função do avanço do mar. O local já teve uma grande casa, armazém e outras pequenas construções.

O Pontal das Almas já foi motivo de conflitos entre pescadores de Bitupitá (praia mais próxima) e Ibama contra investidores que ali pretenderam instalar empreendimentos turísticos. Mais recentemente, a Aquasis e a APA Delta do Parnaíba deram entrada em processo, no Ministério Público Federal (MPE), para evitar a implantação de um parque eólico.

Histórias de assombração e conflitos de ocupação daquelas terras à parte, o Pontal das Almas é um lugar que vale a visita, principalmente para os apreciadores da tranquilidade e de belas paisagens náuticas.

Fonte: Diário do Nordeste
Veja Mapa no Google

Jaqueline Aragão Cordeiro

Author: Jaqueline Aragão Cordeiro

1 thought on “Praia de Pontal das Almas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *