Mestre Doca Zacarias

Foto: Fundação Waldemar Alcântara

Nome: Raimundo Zacarias (Mestre Doca Zacarias)
Data de nascimento: 19/09/1929
Atividade: Congada
Cidade: Milagres (CE)
Ano da nomeação: 2004

Raimundo Zacarias, natural de Milagres, há aproximadamente sete décadas, dedica-se à atividade da congada. Destaca-se por seu rico acervo folclórico local e por manter viva a história bicentenária do Grupo de Congo do município.

Folguedo remanescente das festas de coroação de Reis negros, que incluem além do cortejo e da coroação, a rememoração de batalhas, brincadeiras e a devoção a N. S. do Rosário. Os “Congos”, é uma tradição secular, originada dos negros escravos e levados para trabalhar em fazendas de cana-de-açúcar no Município de Barbalha. Todos os anos, em Rosário, no mês de outubro, época que se comemora a Festa de Nossa Senhora do Rosário (Padroeira do Distrito), um grupo de pessoas reúnem-se para fazer a seu modo, homenagem à Padroeira.

Para ingressar nos Congos como brincantes há duas maneiras: a mais costumeira é através de promessa, a pessoa faz uma promessa a Nossa Senhora do Rosário e, se alcançada a graça, ela agradece com devoção dos Congos, isto é, tomando parte dele pelo resto da vida. Neste caso, a pessoa comunica ao Mestre o motivo e ele permite a participação, mesmo que não se trate de um bom dançador, a outra maneira, é ter interesse, ser disciplinada, dedicada e aprender nos ensaios os passos e movimentos da dança e a cantar as peças. Há casos de brincantes que mesmo após anos de ensaio, não conseguem dançar ou cantar de acordo com o que o Mestre considerava satisfatório.

Doca Zacarias comanda o grupo desde 1949, essa liderança vem de seu bisavô que passou para o filho, pai do Mestre Doca, que passou para ele, que explica: “A minha promessa foi a seguinte: Era do meu pai e antes de morrer, pediu pra eu ficar até o fim da minha vida pagando aquela promessa pra Nossa Senhora do Rosário.” A promessa é pra brincar o dia todo andando a pé e sem quase comer.

Mestre Doca Zacarias se distingue por seu rico acervo folclórico local e por manter acesa a história bicentenária do Grupo de Congo do Município.

Por iniciativa do Vereador Ivan Rodrigues, a Câmara Municipal de Milagres aprovou por unanimidade, o projeto de lei 01/2018 que denomina o ano de 2019 como o ano de Doca Zacarias, reconhecendo e importância do Mestre como símbolo cultural municipal e nacional.

Fonte: mapa.cultura.ce.gov.br / Cultura de Milagres / M7 Noticias
Jaqueline Aragão Cordeiro

COISA DE CEARENSE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*