Viçosa do Ceará

Vicosa-CE2
Foto: Igreja do Céu – meuceara.com.br

Viçosa do Ceará é um município do estado brasileiro do Ceará. Localiza-se na microrregião da Ibiapaba, Mesorregião do Noroeste Cearense. É terra do jurista Clóvis Beviláqua e de General Tibúrcio.

Viçosa do Ceará foi criado em 1882 e é o primeiro município criado na Serra da Ibiapaba, inicialmente habitada por índios Tabajaras pertencentes ao ramo Tupi, anacé, arariú e croatá do ramo Tapuia. Viçosa foi antiga aldeia de índios dirigida por padres da Companhia de Jesus. Foi desbravada no final do século XVI, quando do contato dos índios com os franceses, vindos do Maranhão entre 1590 e 1604, data em que foram expulsos por Pero Coelho de Sousa, quando este fazia tentativas de colonização portuguesa no Ceará.

Marco importante da história de Viçosa do Ceará foi a construção da Igreja de Nossa Senhora da Assunção, conta-se que existem túneis subterrâneos embaixo da Igreja que dão acesso a várias casas antigas da Cidade. Estes túneis eram usados pelos jesuítas para escapar dos ataques indígenas. Conforme informações do Padre Ascenso Gago, sua fundação data do ano de 1695. Nesse contexto, o dia 15 de agosto de 1700 deve ser tomado como marco da fundação oficial da aldeia da Ibiapaba, futura cidade de Viçosa do Ceará. O padre Ascenso Gago, como Superior da Aldeia da Ibiapaba, dirigiu todo o processo de formação da futura Vila. Foi o grande missionário da Ibiapaba.

Em 1759, são abolidas, no Brasil, as missões da Companhia de Jesus, por determinação de Marquês de Pombal, ministro do rei de Portugal, D. José I. Com isso, também foram abolidas as aldeias que tinham o comando dos jesuítas, sendo as mesmas substituídas por vilas e povoados. A 7 de julho de 1759, a Aldeia da Ibiapaba foi elevada à categoria de Vila, recebendo o nome de Vila Viçosa Real da América, cuja instalação foi feita pelo o Ouvidor da Comarca de Pernambuco, Desembargador Bernardo Coelho da Gama Casco, em comunicado feito ao povo, na Igreja Matriz.

Boa parte do território está localizado na Chapada da Ibiapaba, mas uma grande área é de relevo característico das regiões sertanejas. Há alguns que chamam de “Região de todos os biomas”, por apresentar desde o cerrado até mesmo mata atlântica.

Pontos turísticos

Igreja do Céu
Igreja Matriz de Nossa Senhora da Assunção
Teatro Pedro II
Poço da Princesa
Cachoeira do Itarumã
Cachoeira da Pirapora
Cachoeira do Engenho Velho
Pedra do Machado
Pedra do Itagurussu
Pilões (Formações Rochosas)
Bica do Itacaranha
Lagoa Pedro II
Igreja São Francisco
Castelo de Pedras (Larges)
Casa dos Licores
Casarão dos Rubens
Rampa do Voo Livre

Fonte: Wikipédia

Jaqueline Aragão Cordeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*