A Catedral de Fortaleza

Catedral nos anos 30

A primeira capela-mor da Matriz de Fortaleza teve sua construção autorizada pela Ordem Régia de 12 de fevereiro de 1746. Em 12 de janeiro de 1795 o Padre Antônio José Álvares de Carvalho, então vigário geral, contratou José Gonçalves Ramos para terminar a obra. Em 1821, a Matriz de São José estava em ruínas, precisando ser reconstruída.

A vila cresceu para o lado da igreja do Rosário e então foram passadas para esta, em procissão, o Santíssimo Sacramento e todas as imagens, passando ela a funcionar como Matriz até 2 de abril de 1854 quando as imagens voltaram à Matriz reconstruída.

No dia 26 de setembro de 1861 foi nomeado primeiro bispo do Ceará Dom Luiz Antônio dos Santos e automaticamente a igreja matriz passou a catedral. Em 1938, quando era bispo Dom Manoel da Silva Gomes, foi feita uma vistoria e constatando-se rachadura nas bases de sua construção, pelo lado do mar e então foi novamente condenada e demolida.

Em 15 de agosto de 1939 foi lançada a pedra fundamental da nova catedral, projetada pelo engenheiro francês George Mounier que, como a outra, levou 39 anos para ser concluída. Em concreto aparente, estilo Gótico-Romano ou Gótico Moderado, ocupando grande parte da Praça Pedro II, foi inaugurada no dia 22 de dezembro de 1978 pelo então cardeal arcebispo de Fortaleza Dom Aloísio Lorscheider.

A Catedral atualmente

Em 2007 a catedral passou por sua última reforma com a verificação da estrutura e renovação da mesma e a inclusão de novos elementos decorativos na parte interna do prédio.

Fonte: Wikipédia
Fotos: Arquivo Nirez e arquivo pessoal
Jaqueline Aragão Cordeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*