Estátua de Iracema

A estátua de Iracema inaugurada na praia do Mucuripe, em 24 de junho 1965 pelo então presidente Humberto de Alencar Castelo Branco, homenageia a personagem Iracema, do livro homônimo do escritor José de Alencar, que completava cem anos de sua publicação, e está localizada onde a índia esperava o retorno de seu amado, Martin Soares Moreno.

A obra foi esculpida pelo artista pernambucano José Corbiniano Lins, a escultura retrata além de Iracema, o momento em que o guerreiro branco, seu filho Moacir (dentro do cesto, nas pernas de Martin) e seu cachorro Jati, deixam nossa praia em uma jangada.

A estátua foi recuperada em abril de 2006, durante as comemorações do 280 anos de Fortaleza.

A estátua Iracema Guardiã foi feita pelo artista plástico Zenon Barreto e inaugurada em 1996,  no aterrinho  da Praia de Iracema, e mostra a índia segurando um grande arco, olhando para o mar, como se estivesse em posição de batalha.

Após sofrer ataque de vândalos, a estátua ficou praticamente destruída, foi restaurada pela prefeitura em 2012.

Outra estátua de Iracema, está localizada no centro da Lagoa de Messejana. A estátua está em posição sentada, com uma flecha na mão e tomando banho com uma cuia. Suas formas foram inspiradas, de acordo com concurso realizado para esse fim, nas da modelo cearense Natália Nara (ex bbb).

Foi inaugurada em 1º de maio de 2004, dentro das comemorações dos 278 anos de Fortaleza, e para marcar os 175 anos de nascimento do escritor cearense José de Alencar, pelo então prefeito Juraci Magalhães.

A protagonista do romance “Iracema” foi instituída como ícone cultural a partir de lei em dezembro de 2011.

Fotos: Arquivo pessoal
Jaqueline Aragão Cordeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*