Gaiatice – Piada de cearense



ASSALTO CEARENSE
Ei, cabra… Isso é um roubo… Arriba os braços e num se bula, num se cague e num faça mungango… Rebola o dinheiro ali no mato e não faça zuada, se não enfio a peixeira no teu bucho e boto teu fato pra fora! Perdão meu Padim Ciço, mas é que os bacurinzin tão em casa com uma fome da moléstia…

CEARENSE NA PRAIA
Um cearense estava no Rio de Janeiro andando na praia, pés descalços, sem camisa, aquele calção leve e sem cueca. Os cariocas ao redor dele davam risadinhas e contavam piadas de nordestinos. Então o cearense olhou para o mar e não se aguentou, correu a toda velocidade e deu um mergulho. Quando saiu, o calção de tecido fino, estava transparente e grudado na pele. Todos na praia estavam olhando pro tamanho da manguaça que o cearense tinha.O bicho ia até pertinho do joelho. Os cariocas nunca tinham visto coisa igual. As mulheres com um sorriso, os homens roxos de inveja, todos só tinham olhos pro bichinho. O cearense então percebeu a situação, ficou todo envergonhado e gritou:
– O que foi, hein? Vão dizer que aqui, quando vocês entram na água fria, o pinto de vocês também não encolhe?!?!?!?

Jaqueline Aragão Cordeiro

Author: Jaqueline Aragão Cordeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *