LIBERATO BARROSO

Benjamin Liberato Barroso nasceu em Quixeramobim no dia 31 de março de 1859 e faleceu em 17 de outubro de 1933.
Tendo assumido o governo do Ceará por nomeação em 22 de janeiro de 1891, ficou ao seu cargo organizar a primeira eleição no regime republicano no estado, ocorrida em 10 de fevereiro desse ano, para os cargos legislativos. Deixou a função poucos meses depois, em 4 de abril. Em 7 de maio o Congresso Cearense Constituinte elegeu os cargos executivos tendo sido Liberato Barroso conduzido ao cargo de vice-governador juntamente com José Clarindo de Queirós como governador.
Clarindo de Queirós foi deposto em 16 de fevereiro de 1892 pela força do golpe de Floriano Peixoto, que queria fora dos governos estaduais todos os aliados de Deodoro da Fonseca. Benjamin Barroso foi condzido novamente ao governo cearense no dia 18 de fevereiro. Dessa vez ficou por mais tempo, até o dia 12 de julho do mesmo ano. Estes primeiros anos de república foram conturbados, sem ações governamentais de vulto. No ano seguinte exerceu o cargo de Deputado Federal pelo Ceará tendo permanecido poucos meses nele.
Após o movimento armado de 16 de fevereiro de 1892 que depôs o Governador do Ceará José Clarindo de Queiróz, o Vice-Governador Major Benjamin Liberato Barroso, em 18 de fevereiro de 1892, dissolveu o Congresso Constituinte Cearense e convocou um novo Congresso com poderes ilimitados e constituintes para reorganizar o Estado do Ceará sobre as bases da Constituição promulgada a 16 de junho de 1891.
Foram as novas eleições realizadas em 10 de abril de 1892, sendo instalado o Segundo Congresso Constituinte do Ceará em 10 de maio de 1892, havendo seus trabalhos se estendidos até 12 de junho de 1892, data de promulgação da Segunda Constituição Política do Estado do Ceará, que trouxe a consolidação do sistema unicameralista do Poder Legislativo, através da criação da Assembléia Legislativa e a extinção do Senado Estadual e vigorou durante 33 anos quase sem sofrer alterações.
Em 1914, houve eleições no Ceará, depois da Sedição de Juazeiro quando então foi eleito Benjamin Barroso como governador e Padre Cícero como vice. Durante esse governo foi publicado o primeiro número do Diário Oficial do Ceará, em 5 de setembro de 1914. Durante seu governo ocorreu a seca de 1915, uma das piores calamidades climáticas do século XX no Ceará. Deixou o governo em 1916 passando o cargo para o governador eleito João Tomé de Sabóia e Silva.
Foi eleito senador em 1918, ocupando o cargo no mesmo ano, permanecendo nele até 1927. Foi ainda, professor da Escola Militar do Ceará.
Fonte: Wikipédia

One Reply to “LIBERATO BARROSO”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*