O Rio Ceará

Exibir mapa ampliado

O Rio São Gonçalo, que a principio tem o nome de riacho da Munguba, nasce na serra do Lajedo, uma das ramificações da de Baturité, lado norte, nos sítios São Bento e Munguba, recebe as águas da Serra Verde, dos Pocinhos, banha o pequeno vale do Rato, passa pela povoação de Cruz, corre para o norte, passa junto aos serrotes do Boticário e Santa Luzia (Caucaia), banha Sítios Novos (Caucaia), passa perto da povoação de São Gonçalo e desemboca no Atlântico a 14 léguas (84 km) ao noroeste da cidade de Fortaleza. São seus contribuintes o riacho de Santa Luzia a leste e do Mocó a oeste. Os serrotes Boticário e Santa Luzia servem de divisa entre Soure (Caucaia) e Maranguape.

O Rio Ceará nasce em Maranguape e forma-se da junção do Riacho Bom Principio com o Jandaíra, que nasce no serrote do Marinheiro. Os montes dos Salgados e o serrote do Marinheiro estão distantes 6 léguas (36 km) da cidade de Maranguape e duas léguas (12 km) da serra de Baturité.

O riacho Jandaíra antes de entrar em Soure (Caucaia) toma a denominação de Jaramataia, atravessa a fazenda São Luiz e reúne-se com o Bom Principio, muito acima da fazenda Rodeador, depois é engrossado pelas águas do riacho Tucunduba, recebe mais abaixo o Maranguapinho, seu principal afluente e desemboca no oceano a uma légua e meia (9 km) da cidade de fortaleza.

O Rio Maranguapinho é formado pelas águas dos riachos Sapupara, Jereraú, Gavião e Pirapora.

O Riacho da Sapupara nasce na serra de Limão, que faz parte da Aratanha, passa perto da povoação da Tabatinga e reúne-se com o Jereraú, que desce da serra de Maranguape formando o rio da Tangueira.

O rio Tangueira atravessa a ponte da estrada de ferro que vai de Maracanaú a Maranguape.

O rio Pirapora nasce na serra de Maranguape, banha esta cidade, recebendo antes o nome de Gavião, que nasce na mesma serra e vai com o Tangueira engrossar as águas do Maranguapinho no lugar Siqueira, na vila de Porangaba, indo desembocar no rio Ceará.

Apesar de muito pequeno, o rio Ceará é de suma importância, ao ponto de ter emprestado seu nome à Província do Ceará. Resta-nos agora, torcer para que as autoridades e a população respeitem esse rio histórico que foi responsável por boa parte da nossa história.

Fonte: Instituto do Ceará – O rio Ceará

O rio apresenta padrão de drenagem dentrítica e em sua desembocadura na divisa de Fortaleza e Caucaia, apresenta um manguezal que, ocupa uma área total de 11,58 km², dos quais 6,75 km² no município de Caucaia e 4,83 km² no município de Fortaleza. Tem como principal afluente o rio Maranguapinho.

Jaqueline Aragão Cordeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*