Mestre Raimundo Aniceto

Mestre Raimundo Aniceto

Nome: Raimundo José da Silva (Mestre Raimundo Aniceto)
Data de nascimento: 14/02/1934
Atividade: Banda Cabaçal
Cidade: Crato (CE)
Ano da nomeação: 2004

Raimundo José da Silva é o mais novo dos dez filhos do índio “kariri” José Lourenço da Silva, o “Aniceto”, e de dona Prima Maria da Conceição, o “véi” José Lourenço teria morrido com 104 anos de idade, a mãe, com 102. Mestre Raimundo nasceu no dia 14 de fevereiro de 1934, no sítio Serrinha, no pé da Chapada do Araripe. Todos os dez filhos passaram a ser chamados de “Aniceto”, por causa do apelido do pai.

É integrante-líder da Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto, que já percorreu todas as regiões do Brasil. Os instrumentos são fabricados pelos próprios integrantes do grupo, que foi tombado (âmbito municipal) como Patrimônio Imaterial do Crato.

Raimundo começou a tocar na banda com oito anos de idade, no tarol (a caixinha), ensinado pelo pai, da caixa pegou a zabumba, que quase não podia levantar do chão, de tão pequeno que era, hoje, também toca pife. Seu pai era agricultor, vivia da “roça” e gostava de música. A mãe, além de ajudar muito na roça, fazia chapéus de palha e renda de almofada. Contava muitas histórias de trancoso, já o pai preferia narrar as façanhas de Lampião, para os meninos assustados e embevecidos, ao mesmo tempo.

A vinda para a cidade, em 1944, não interferiu na musicalidade dos Aniceto. Eles se fixaram à rua Dr. Manoel Macedo, no bairro do Seminário e continuaram a sobreviver da agricultura.

O nome da banda vem do tempo de José Lourenço, o Aniceto. Na época, a zabumba era feita da cabaça da roça. Os filhos e netos aprendem a tocar e fabricar os instrumentos ainda criança, para quando for necessário substituir algum dos membros já estar preparado.

Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto

O grupo já percorreu quase todos os estados brasileiros, além de ir duas vezes à França e Portugal e por último, fizeram uma apresentação na Turquia. As músicas são autorais, mas há também algumas homenagens durante os shows. O figurino, também é feito por eles. Esse estilo musical teve inicio em 1815 com os índios Kariris e em 2015 completou 200 anos.

Fonte: Jornal Diário do Nordeste / Jornal Tribuna do Ceará / Anuário do Ceará
Leia sobre A Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto AQUI
Jaqueline Aragão Cordeiro

COISA DE CEARENSE

Author: Jaqueline Aragão Cordeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *