Monumento a Dom Pedro II

O monumento a D. Pedro II está localizado na Praça Caio Prado (Praça da Sé), em frente a Catedral de Fortaleza. A iniciativa foi do Sr. Francisco E. da Mota com o apoio dos senhores: Dr. Francisco Barbosa de Paula Pessoa, Miguel Fernandes Vieira, padre José Barbosa de Jesus, Tomé A. da Mota e outros. Representa a gratidão dos cearenses pelo monarca, que entre outras coisas, criou o DNOCS e mandou construir o açude Cedro, em Quixadá, para ajudar a população em períodos de seca.

A ideia da ereção da estátua foi lançada no dia 29 de julho de 1905. No dia 14 de agosto de 1913, após arrecadação dos recursos necessários, foi dada a bênção sobre a pedra fundamenta pelo arcebispo d. Joaquim José Vieira.

A inauguração foi no dia 07 de setembro de 1913 e teve como orador o dr. Antonio Teodorico da Costa, mas oficializada no dia do aniversário do imperador, em 2 de dezembro daquele ano. O trabalho artístico foi do escultor Augusto Maillard e o assentamento da estátua foi feito pelo engenheiro cearense dr. João Nogueira, que teve como principal auxiliar, o contramestre das oficinas da estrada de ferro e Baturité, sr. José Nunes.

A estátua representa o monarca em pé, em traje de almirante, tendo a mão esquerda apoiada sobre o punho da espada. A base é de granito, tendo dos lados, dois medalhões também em bronze. Abaixo da coroa imperial, ler-se a seguinte inscrição: A D. Pedro II, gratidão do Ceará”.

No dia 03 de dezembro de 2013, foi comemorado o centenário da estátua. Estiveram presentes três membros da Família Imperial, Dom Antônio de Orléans e Bragança, Dom Fernando de Orléans e Bragança e Dona Graça de Orléans e Bragança. Dona Graça é neta de cearenses, sua avó era de Sobral e seu avô de Viçosa do Ceará.

Fonte: Os monumentos do estado do Ceará, Eusébio de Sousa, 2006 / Jornal Diário do Nordeste
Fotos: Arquivo pessoal
Jaqueline Aragão Cordeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*