Os cearenses vão dominar o mundo!

Praça do Ferreira – Centro de Fortaleza

“Todo mundo sabe que os cearenses estão por toda parte. Em geral, o cearense é aquele sujeito baixinho que é o guardador de carro em São Paulo, o chefe de um restaurante na Madison em Nova York, o designer que bolou o logo da Eurocopa em Portugal, ou mesmo um borracheiro no interior da China. O que pouca gente sabe é que, na verdade, isso é uma bem arquitetada jogada que visa a plantar gente nossa em postos-chave da administração mundial. Quando estivermos prontos, será deflagrada a grande tomada de poder e meu conselho é que você fique imediatamente amigo ou amante de um cearense, pois sabe como é: pros amigos tudo, para os inimigos, a lei! Tomaremos o poder a partir de uma senha pré-estabelecida, que só um cearense saberá o significado oculto. Aos berros de ‘Queima Raparigal!’ as hostes de cabeças-chatas invadirão os parlamentos e palácios, além de todos os jornais e redes de TV do mundo livre. Ninguém desconfiaria que Francisco das Chagas, humilde faxineiro da CNN (futura afiliada – da – TV Diário), na verdade, é um professor do ITA que rapidamente conectará a rede de Atlanta para nossos propósitos. Invadiremos e tomaremos o Estado de Pernambuco, vamos dinamitar a nossa refinaria que eles roubaram e vamos construir outra lá no Pecém; também vamos extinguir os times Náutico, Santa Cruz e Sport Recife.

Elegeremos um papa cearense, Raimundo I, que canonizará Padre Cícero e determinará que, daí por, diante, em todas as igrejas católicas a hóstia seja feita com macaxeira, farinha e rapadura, alternadamente ou os três ingredientes juntos. O vinho será uma cachacinha de primeira (Douradinha), misturada com ‘Q-SUCO’ de uva. Essa simples bula papal fará com que a economia do Ceará dê um salto. O único problema é achar uma mitra que caiba na cabeça chata do papa, mas nós cearenses sabemos improvisar: Raimundo I usará uma fronha de travesseiro enquanto se encomenda outra. A literatura de cordel ganhará status de arte maior e Clodoaldo Mastrúcio ganhará o Nobel de Literatura com seu livrinho ‘A moça que engravidou do cavalo e a besta da sua mãe’. Nas artes plásticas, as garrafinhas com areia colorida, os quadros de Xico da Silva e as esculturas de Zé Pinto irão ocupar alas e alas do Louvre. Para arranjar espaço, todas aquelas velharias do Turner vão para o museu de Aracati. A Monalisa fica, pois na avaliação de Serotônio Macêdo, novo curador do museu, ela é uma ‘cabôca danada de aprumada’. O novo Secretário Geral da ONU será Seu Lunga, que resolverá o conflito Israel/Palestina doando vastas extensões do sertão cearense pros brigões. A ata de doação será concisa e formal. Nas suas palavras: ‘Magote de fio d’uma égua, bando de mulambeiros, a terra é seca do mesmo jeito e o mar é da mesma cor. Deixem de botar boneco que vocês nem vão notar a diferença e o Ceará ainda é maior que aquela tripinha de Gaza’. A famigerada música cearense tomará o mundo. Numa revanche histórica, as aberturas das novelas globais terão como trilha sonora os seguintes temas: novela das 06h, Belchior, das 07h, Raimundo Fagner, das 08h, Aviões do Forró.

Vamos aperfeiçoar o Oscar. Bolaremos uma categoria que premiará o melhor filme de cangaço, melhor cena de amor numa jangada e o melhor mocotó. O cruzamento mais famoso do Brasil não mais será ‘Ipiranga com Av. São João’ e sim Barão do Rio Branco com Liberato Barroso. O jornal do – 10 – será transmitido para todo o mundo com a seguinte noticia:* O rodeio será substituído pela vaquejada; Coca-cola pela água de coco; Garota de Ipanema por Garota da Barra do Ceará; Praia de Copacabana por Praia do Futuro; Fla x Flu por Ceará e Fortaleza, Real Madrid por Ferroviário; Central Park por Parque do Cocó; As torres gêmeas, que já foram destruídas mesmo, por Palácio do Progresso; As melhores faculdades europeias pelo Liceu do Ceará; Demitiremos Gugu Liberato e Faustão e colocaremos em seus lugares João Inácio Jr e Ênio Carlos; Roberto Carlos por Babau do Pandeiro; Funk por Xaxado; Disneylândia por Beach Park; Av. Paulista por Bezerra de Menezes; Canecão por Siará Hall (na Washington Soares é show); Escolas de samba por quadrilhas juninas; Chiclete com banana por Mastruz com Leite. Colocaremos alguns cearenses nas presidências dos principais países como: França: Cid Gomes; Cuba: Inácio Arruda; Argentina: Débora Soft (ela é burra mesmo e eu quero mais é que a Argentina se exploda).

A primeira ministra da Inglaterra será Patrícia Gomes. A capital do Brasil será Fortaleza. A capital do mundo ainda será Nova York, mas a gente vai rebatizá-la de Nova Quixeramobim e vamos trocar aquela estátua cafona por uma enorme estátua da Índia Iracema. Yeah! Não vejo como o plano possa falhar, pois cada vez mais nossos agentes se espalham pelo Brasil e pelo mundo todo. Só nos resta esperar, de preferência no fundo de uma rede, enquanto as engrenagens giram por si. Adeus e até a vitória! Como sou modesto, quero para mim apenas um título de nobreza e umas terras anexas, de preferência no município de Caucaia que é vizinho da capital e tem belas praias. (Autor desconhecido e dizem que é um cearense). Como notam os senhores é uma espécie de gozação de que o cearense está acostumado a lidar no dia-a-dia. Cearense é porreta, pai d’égua, comedor de farinha, carne seca com rapadura, dizem que é baixinho entroncado, mas isso não acontece mais, visto que a rapaziada nova já chega aos dois metros de altura. Queremos parabenizar que bolou esta beleza e dizer que o cearense audaz sempre trabalhou em prol do crescimento de seu Estado, de outros estados e do Brasil.

A miscigenação é grande e no Sul, Sudeste, Norte e Centro-Oeste sempre existem descendentes de cearense. Cabra – bom – não nega fogo e já foram escolhidos muitos deles para repovoar a Europa, pois este continente envelheceu e antes que fique sem ninguém já pediram socorro ao governo do Ceará. O cearense já foi patenteado como a raça mais pura do Brasil sem desmerecer as demais. “Ceará terra do sol, do amor, terra da luz! Soa o clarim que a tua glória conta! Terra, o teu nome a fama aos céus remonta em clarão que seduz! Nome que brilha esplêndido luzeiro Nos fulvos braços de ouro do cruzeiro. Mudem-se – em flor as pedras dos caminhos! Chuvas de pratas rolem das estrelas… Precisa dizer mais alguma coisa? Esta beleza é o hino do ceará dos grandes Tomaz Lopes e Alberto Nepomuceno. Não está completo, mas já faz o brilho que o cearense tem.

Fonte: Artigonal
Jaqueline Aragão Cordeiro

7 Replies to “Os cearenses vão dominar o mundo!”

  1. Concordo e acabo de ler no jornal que um cearense ganhou uma bolsa de estudos pra NASA!! Vejam bem, pra NASA!!! é ou não é VERDADE VERDADEIRA tudo o que vai escrito acima??? kkkkkkkkkkkk

  2. Não suporto Gugu, muito menos Fausta, mas troca=los por Joao Inácio Jr e esse Enio Carlos, por favor. Ele é meu conterrâneo (Enio) mas é muito ruim também.

  3. Toda essa pesquisa é ajustada dentro do melhor conceito que um nordestino pode ter com referência.
    Todo paraibano ama cearenses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*