Padaria Espiritual

Foto dos membros da Padaria Espiritual (Acervo do M.I.S.). No centro da Foto, sentado à esquerda da mesa, o poeta Antônio Sales. Do outro lado da Mesa, Waldemiro Cavalcante. Em pé, entre os dois, Rodolfo Teófilo. A esquerda de Rodolfo Teófilo, o escritor José Nava, e na estrema esquerda, Papi Júnior.

Entidade cearense artístico-literária, fundado em 30 de maio de 1892 em Fortaleza, a padaria espiritual foi idealizada por Antonio Sales e outros jovens dedicados às letras e às artes. Movimentou o meio intelectual da província, com atitudes ousadas, mesmo quando escandalosas para a época. No início da década de 90 os membros reuniam-se no café Java, de Mané Coco (O café Java era um dos 4 quiosques que havia na praça do Ferreira, e que seriam demolidos em 1920) e a 10 de março de 1892, esteve sediada a princípio na rua Formosa, hoje Barão do Rio Branco. Como a entidade se denominava Padaria Espiritual, os sócios tinham logicamente a denominação de “padeiros”, as sessões chamavam-se “fornadas”, já que o jornal que representava a comunicação dos sócios com o grande público denominava-se “O pão”.

http://4.bp.blogspot.com/_Z4U0NG--q5k/R5pea5lMlTI/AAAAAAAAD3E/vJVe6IktjoA/s320/cafe_java.JPG
CAFÉ JAVA – Era um dos 4 quiosques que havia na praça do Ferreira, demolidos em 1920

A primeira fase da Padaria Espiritual foi mais de propositada boemia com o fim preconcebido de chamar a atenção para a originalidade das atitudes; já a segunda, de trabalho construtivo, mereceu então a consagração da crítica nacional. A trilha da Padaria Espiritual se constituiria em marco bastante significativo para a evolução da cultura cearense. A Padaria Espiritual se extinguiu em 1898, deixando 36 exemplares d’O PÃO.

Adolfo Caminha
http://carlosalbneto.files.wordpress.com/2009/08/antonio-sales-poeta-nascido-em-paracuru-012.jpg
Antonio Sales
livio barreto
Livio Barreto

Seus principais membros foram: Antonio Sales, Adolfo Caminha, Lívio Barreto, Henrique Jorge, Rodolfo Teófilo, Antonio Bezerra, Justiniano de Serpa e João Lopes.

Jaqueline Aragão Cordeiro

3 Replies to “Padaria Espiritual”

  1. É sempre muito importante, postagem sobre a Padaria Eapiritual……Parabéns!
    Permita-me indagar sobre a 2ª foto: que local é esse com essas montanhas e a igreja? Em nenhum momento, do post, você se refere à ela.
    Outra observação é sobre a foto que vc diz ser Antônio Bezerra. Há um equívoco: esta foto, que aí está, é de Adolfo Bezerra de Menezes( o Médico Espírita) que era tio paterno de Antônio Bezerra.

    Gostaria de ter um retorno.
    Forte abraço!

  2. Ontem fiz aqui um cometário,bem intencionado, que não foi publicado. Além do elogio fiz observação e questionamento :

    1- o tema do post é imporantíssimo, PARABÉNS!
    2- na 1ª foto, um dos componentes é José NAVA e não Jose NOVA;
    3- gostaria de saber que LOCAL é este da 2ª foto;
    4- este (foto) que aparece como sendo Antônio Bezerra é, na verdade, Adolfo Bezerra de Menezes(Médico/Espírita) tio paterno de Antônio Bezerra.

    Minha intenção, Jaqueline, é o de qualquer seguidora de blog que faz comentários….não
    uso o anonimato para fazer minhas considerações,
    sejam elas de elogios, observações ou questinamentos.

    Parabéns, pelo seu trabalho!
    Forte abraço!

  3. É um grande prazer ter pessoas como a senhora lendo meu blog, me perdoe por não ter postado seus comentários antes, mas não pude por falta de tempo. Agradeço pelas dicas e farei as correções necessárias. Suas considerações serão sempre bem vindas.

    Grande abraço

    Jaqueline Cordeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*