Icó, uma viagem no tempo

Icó parece uma cidade dividida em dois mundos, a efervescência da cidade grande e o aspecto bucólico da cidade do interior. Crianças brincando na rua, os moradores sentados nas calçadas, e todos se conhecem. Nas ruas, uma sequencia de casas e sobrados de época nos conduzem ao passado glorioso do Ceará, antes de ser terrivelmente assolado pela seca de 1877. As igrejas são a prova da passagem dos Jesuítas e da religiosidade dos habitantes. Mitos e lendas fazem parte da cidade de quase 300 anos, de casarões assombrados, senhoras de feudo com “pinico” de ouro e a famosa “rixa” do Continue lendo Icó, uma viagem no tempo

Icó, a cidade dos sobrados

As terras entre as serras do Cafundó, Camará e às margens do Rio Salgado eram habitadas por diversas etnias tapuias, entres elas os icó, icozinho, janduí e quixelô. Sua denominação original era “Arraial do Poço”, depois “Povoação do Salgado”, “Arraial da Senhora do Ó”, “Arraial Velho”, “Ribeira dos Icós”, “Arraial Novo”, “Arraial da Ribeira dos Icós”, “Icós” e, desde 1860, “Icó”. A origem do nome é uma alusão a uma tribo Tapuia, os “Icós” que habitava o território compreendido entre os Rio Jaguaribe e o Rio do Peixe. A colonização das terras de Icó data do final do século XVII Continue lendo Icó, a cidade dos sobrados

Pacatuba

Pacatuba é um município da região metropolitana de Fortaleza. O topônimo Pacatuba vem da língua tupi e significa “ajuntamento de pacas”, através da junção dos termos paka (“paca”) e tyba (“ajuntamento”). A história de Pacatuba se mistura com a dos primeiros habitantes destas terras: os índios pitaguaris, potiguaras e outras tribos pertencentes ao grupo linguístico macro-tupi, como os jenipapos-canindés. A eles, somaram-se os portugueses religiosos e militares que vieram habitar a região devido aos processos de aldeamento e catequização e visando a resguardá-la contra invasões de outros povos europeus. Como proteção contra essas invasões,  em 1683, foi concedida, através de Continue lendo Pacatuba

Maranguape

Maranguape está localizada na Região Metropolitana de Fortaleza, a 27 Km da capital. É a cidade natal de Álvaro da Cunha Mendes, da abolicionista Elvira Pinho, do Tenente Jaime Benévolo, do jurista Capistrano de Abreu, do humorista Chico Anysio, dentre outros. As origens do município datam do século XVII, quando a frota de Matias Beck, composta de três iates e outras embarcações menores, chegou ao Ceará, conduzindo cerca de 298 homens, entre soldados, índios e negros escravos. Os holandeses tiveram notícia da existência de minas de prata no monte Itarema, na Serra da Aratanha, próximo ao lugar onde acamparam e Continue lendo Maranguape

Viçosa do Ceará

Viçosa do Ceará é um município do estado brasileiro do Ceará. Localiza-se na microrregião da Ibiapaba, Mesorregião do Noroeste Cearense. É terra do jurista Clóvis Beviláqua e de General Tibúrcio. Viçosa do Ceará foi criado em 1882 e é o primeiro município criado na Serra da Ibiapaba, inicialmente habitada por índios Tabajaras pertencentes ao ramo Tupi, anacé, arariú e croatá do ramo Tapuia. Viçosa foi antiga aldeia de índios dirigida por padres da Companhia de Jesus. Foi desbravada no final do século XVI, quando do contato dos índios com os franceses, vindos do Maranhão entre 1590 e 1604, data em Continue lendo Viçosa do Ceará

Juazeiro do Norte

Juazeiro do Norte está situada no Sul do Ceará, ocupando área de 248 km² com população de quase 300 mil habitantes. A cidade tem na figura do Padre Cícero Romão Batista um marco na construção da religiosidade, da cultura do seu povo e acontecimentos políticos do Cariri. Quando o sacerdote chegou em abril de 1872, cavalgando num jumento, era apenas um arraial com algumas poucas casas de tijolos e uma rústica capela. Graças a ele, Juazeiro é considerado um dos maiores centros de religiosidade popular da América Latina, atraindo 1,5 milhão de fiéis por ano os quais vêm reverenciar Nossa Continue lendo Juazeiro do Norte

Distrito de Jurema – Caucaia-CE

O distrito de Jurema, em Caucaia, há anos vem pleiteando sua emancipação. Com uma extensão territorial de 17.027 k² e 146.876 habitantes, o distrito já conta inclusive com agencia Bancária (Caixa Econômica Federal). Sua área é totalmente urbana mas tem possibilidade de crescimento nas áreas de comércio e indústria. O que começou como a fazenda Jurema do Dr. José Tibúrcio de Souza hoje é um aglomerado de conjuntos habitacionais: Parque Guadalajara, Marechal Rondom, Parque Potira I e II, Quilômetro 14, São Miguel I e II, Parque Albano, Araturi, Nova Metrópole, Jurupari, Parque das Nações e Residencial Mirante do Sol. O Continue lendo Distrito de Jurema – Caucaia-CE

A Vila de Soure

Caucaia é uma denominação de nomenclatura indígena que quer dizer mato queimado, vinho queimado ou, simplesmente, queimado. Caucaia, como Aldeia ficou na dependência da Vila de Fortaleza, e só depois com a determinação do Marques de Pombal, suprimindo todas as Aldeias administradas pelos Jesuítas, transformando-as em Vilas e Vigariatos. Com a determinação do Marques de Pombal, a Aldeia de Caucaia, foi transformada em Vila, juntamente com mais cinco aldeias existentes na Capitania do Ceará. A Aldeia de Caucaia recebeu o nome de Vila Nova Real de Soure por determinação da corte portuguesa, e no dia 15 de Outubro de 1759, Continue lendo A Vila de Soure

Guaramiranga

Guaramiranga está situada a 110 Km. de Fortaleza e fica a 865 metros de altitude e  a 1.115 metros acima do nível do mar. A cidade está situada na Área de Proteção Ambiental (APA) do Maciço de Baturité. É o menor município do Ceará. É um dos mais disputados destinos de Carnaval, pois oferece uma opção para aqueles que preferem ficar longe do tradicional. Nesse período, a cidade abriga o Festival de Jazz e Blues – Evento que conta com a participação de grandes nomes da música nacional e internacional. O topônimo Guaramiranga vem do Tupi guará (vermelho) e miranga ou piranga Continue lendo Guaramiranga

Cruz

Cruz é um município cearense localizado na microrregião do Litoral de Camocim e Acaraú mesorregião do Noroeste Cearense. O município tem 22.887 habitantes (Censo IBGE – 2012) e 334 km². Foi criado em 14 de janeiro de 1985 após ser emancipado de Acaraú através de plebiscito. O topônimo Cruz, é uma alusão a fatos que aconteceram nas margens do rio Acaraú. Segundo a tradição oral, um povoado floresceu as margens do rio Acaraú a partir de uma grande cruz fincada pelos moradores para homenagear um retirante que ali teria morrido durante a fuga da seca de 1825. Outra versão afirma Continue lendo Cruz

Granja

O município de Granja foi criado em 1776, sendo a sede elevada à categoria de cidade em 1854. Acredita-se que o nome seja uma homenagem à freguesia de Granja, localizada no concelho de Mourão, em Portugal, país de onde vieram muitos dos colonizadores dessa terra. O clima é tropical com Precipitação média de 1.057 mm 6 com chuvas concentradas de janeiro à maio. A cidade possui vários prédios antigos, onde se destacam a Estação Ferroviária (1881), a Câmara Municipal de Granja (1877), o Mercado Público (1878), o Cemitério de São João (1878), a Igreja-Matriz (1759), a Ponte Metálica sobre o Continue lendo Granja

Aracati

Aracati é um município do estado do Ceará. É conhecido nacional e internacionalmente pela Praia de Canoa Quebrada, que foi considerada a 5ª praia mais conhecida do mundo. Teve o núcleo urbano sede do município tombado em 2000 pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) como patrimônio Nacional. É a terra onde nasceu o Revolucionário Eduardo Angelim, e também o romancista Adolfo Caminha, o primeiro bispo cearense, Dom Manuel do Rego Medeiros, o abolicionista Dragão do Mar, o ator Emiliano Queiroz e o pianista clássico Jacques Klein. A cidade de Aracati foi fundada em 11 de abril de Continue lendo Aracati

Serra da Ibiapaba

A Serra da Ibiapaba, também conhecida como Serra Grande, Chapada da Ibiabapa e Costa da Ibiapaba, é uma região montanhosa que se localiza nas divisas dos estados do Ceará e Piauí, tem uma área de 5.071,142 km² e está localizada a 954 metros acima do nível do mar. Uma região atraente em riquezas naturais que já era habitada por diversas etnias indígenas. Os povos que viviam já negociavam diversos produtos naturais com povos europeus, tais como os franceses, antes mesmos da chegada dos portugueses. Habitada inicialmente por índios tabajaras e tapuias, foi bastante retratada no livro Iracema de José de Continue lendo Serra da Ibiapaba

Boa Viagem

Boa Viagem é um município do estado do Ceará, e por ser um importante Centro Urbano possui um aeroporto chamado Coronel Virgílio Távora, destinado para aeronaves de pequeno porte. O nome Boa Viagem faz uma alusão à santa e uma história de tradição oral. Sua denominação original era Cavalo Morto e oficialmente desde 1862, Boa Viagem, porém em mapas datados de 1800 já é cartografada como Boa Viagem. Conta-se que apareceu naquele lugar um homem desconhecido, trazendo em sua companhia uma moça branca e bem parecida. Algum tempo depois de sua chegada soube-se que ele raptara a moça pertencente a Continue lendo Boa Viagem

Aquiráz, a primeira capital cearense

A vila de Aquiraz foi criada pela ordem régia de 13 de fevereiro de 1699, efetivamente instalada em 27 de junho de 1713. Tornou-se, portanto, sede administrativa da capitania do Siará-Grande até o ano de 1726. A palavra “Aquiraz” vem do tupi-guarani e significa “Água Logo Adiante”. Sua denominação original era Aquiraz, em 1710, “São José de Ribamar do Aquiraz” e desde 1915, novamente Aquiraz. Os primeiros habitante destas terras, foram os índios potyguara e outras tribos pertencentes ao tronco tupi como os jenipapo-kanyndé. Aquiraz é conhecida como “a primeira capital do Ceará”. Em seu perímetro central encontram-se as principais Continue lendo Aquiráz, a primeira capital cearense