Monumento ao General Tiburcio

O monumento ao Gal. Antonio Tibúrcio Ferreira de Sousa, herói da guerra do Paraguai, está localizado na praça que também leva seu nome, conhecida também, como praça dos leões. A ideia nasceu de um grupo de companheiros seus, durante uma conversa sobre a vida do ilustre soldado. A princípio a ideia era apenas levantar um mausoléu no cemitério público, mas encorajados pelo capitão Cândido Leopoldo Esteves, ficou resolvido na primeira reunião, realizada no dia 15 de abril de 1885, que se fizesse uma estátua.

Para esse fim, pediu-se a imprensa local, representados pelos jornais “Constituição”, “Gazeta do Norte” e “Libertador”, auxílio para arrecadar donativos. A propaganda repercutiu não só em Fortaleza, mas em vários pontos do Império. O monumento foi inaugurado no dia 08 de abril de 1888. No pedestal estão gravadas as inscrições:

TIBÚRCIO
XI AGOSTO
MDCCCXXXVII
XXVI JUNHO
MDCCCLI
XXVIII MARÇO
MDCCCLXXXV

Estas datas são do nascimento, praça e morte de Tibúrcio. No gradil, constam ainda, os seguintes dizeres:

CORRIENTES 25 DE MAIO DE 1865
RIACHUELO 11 DE JUNHO DE 1865
ILHA DA REDENÇÃO 10 DE ABRIL DE 1866
TAYUTY 24 DE MAIO, 16 E 18 DE JULHO DE 1866
CHACO 2,4 E 8 DE MAIO DE 1868
12, 16 E 18 DE AGOSTO DE 1869

A estátua foi fundida nas oficinas Thiebaut Fréres, de Paris. O pedestal foi feito aqui mesmo, pelo artista Frederico Skinner, especialmente contratado para esse fim. O gradil foi feito na Fundição Cearense, pelo artista Valdevino Soares Freire. As colunas foram fundidas nas oficinas da Empresa de ferro de Baturité e moldadas pelo artista Alfredo Milton de Sousa Leão.


Por ocasião do bombardeio sofrido na cidade em 16 de fevereiro de 1892, foi tempos depois, novamente erguida, sendo inaugurada no dia 24 de maio de 1893. Com a reforma pela qual passou a estátua, as legendas primitivas desapareceram e hoje destacam-se apenas as seguintes inscrições: 

Nascido – XI Agosto MDCCCXXXVII 
Praça – XXVI junho MDCCCLI  
Falecido – XXVIII Março MDCCCLXXXV 
Ao General Tibúrcio a Pátria

Fonte: Os monumentos do Estado do Ceará, Eusébio de Sousa, 2006.
Fotos: Arquivo pessoal


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*