Antônio Justa

Antônio Alfredo da Justa, ou somente Antônio Justa, nasceu em Fortaleza, no dia 23 de outubro de 1881 e faleceu em Fortaleza, no dia 07 de Agosto de 1941, vítima de angina. Foi sepultado no Cemitério de São João Batista, também em Fortaleza. Era filho de Alfredo Henrique da Justa e de Laura Téofilo da Justa, irmã do farmacêutico Rodolfo Teófilo. Apesar de ter nascido no Ceará, uma parte da sua infância foi vivida na Paraíba, local onde iniciou seus estudos primários. Porém, a convite de Rodolfo Téofilo, retornou ao Ceará para estudar no Liceu, onde iniciou e concluiu seu Continue lendo Antônio Justa

É Hoje!!!

Bráulio Bessa participa da 15ª Mostra Brasileira de Teatro Transcendental

Oficina de Escrita Cômica com Nando Viana

Quem nunca sentiu dificuldade na hora de criar algo? Redigir um texto, falar ao público ou até mesmo escrever uma simples nota, requer técnica, criatividade e humor para atrair o interesse das pessoas, o que nem sempre é fácil. O surgimento de novas formas de comunicação e linguagem artística torna necessário o aprimoramento da fala e da escrita criativa. É com o objetivo de auxiliar no desenvolvimento de novas habilidades de expressão, criatividade e técnicas de escrita artística que a Oficinas de Comédia promove pela primeira vez a Oficina de Escrita Cômica, na capital cearense. “A maior parte das produções Continue lendo Oficina de Escrita Cômica com Nando Viana

Camocim

Camocim está localizado na microrregião do Litoral de Camocim e Acaraú, distante 358 km de Fortaleza. O município tem mais de 62 mil habitantes e 1.158 km². É a terra do aviador Pinto Martins e de belas praias, além de românticas lendas indígenas. Sua denominação original era Barra do Camocim e desde 1879, Camocim. A origem do nome Camocim, Cambucy, Camucym ou Camotim vem do Tupi Guarani e pode significar: Buraco para enterrar defunto ou pote (vaso em geral), segundo Silveira Bueno. É costume os moradores desta cidade, serem chamados de Coró (peixe abundante na região), assim como os moradores Continue lendo Camocim

Decifrando o Cearês

Aquiraz

Aquiraz é um município localizado no litoral do Ceará. Situada a 32 km de Fortaleza, a cidade de Aquiraz guarda em suas raízes as tradições indígenas e do colonizador europeu, não esquecendo os marcantes traços da cultura africana espalhados por todo o município. A então vila foi criada pela ordem régia de 13 de fevereiro de 1699, efetivamente instalada em 27 de junho de 1713. Tornou-se, portanto, sede administrativa da capitania do Siará Grande até o ano de 1726, ou seja, foi capital do Ceará até o ano de 1726, quando a capital foi transferida para Fortaleza. O topônimo “Aquiraz” Continue lendo Aquiraz

Marizeira

Marizeira (Calliandra spinosa) é uma árvore leguminosa característica da caatinga nos estados do Ceará e de Pernambuco. Possui caule com casca esbranquiçada e flores brancas quando jovens e rosas quando velhas, dando a esta planta importante característica ornamental. Seus frutos são amargosos, mas em tempos de seca, é cozido e serve de alimento. Também é chamado de: – umari-bravo – espinheiro-branco – flor-de-caboclo Fonte: Wikipedia / Enciclopédia Agrícola Brasileira Fotos: Arquivo pessoal Jaqueline Aragão Cordeiro

Tomás Antônio de Paula Pessoa

Tomás Antônio de Paula Pessoa nasceu em Sobral, no dia 31 de outubro de 1834 e faleceu em  Fortaleza, no dia 6 de janeiro de 1901. Foi o terceiro dos seis filhos de Francisco de Paula Pessoa, senador do Império do Brasil, e de Francisca Maria Carolina de Paula Pessoa. Era sobrinho materno de João de Andrade Pessoa Anta, um dos líderes cearenses da Confederação do Equador. Cursou as faculdades de direito de Olinda e São Paulo, onde recebeu o grau de bacharel em 1858. No entanto, não quis seguir a carreira nem de advogado e de magistrado, vivendo como Continue lendo Tomás Antônio de Paula Pessoa

Tristão de Alencar Araripe Júnior

Tristão de Alencar Araripe Júnior nasceu em Fortaleza, no dia 27 de junho de 1848 e faleceu no  Rio de Janeiro, no dia 29 de outubro de 1911. Era filho de Tristão de Alencar Araripe, e de Argentina de Alencar Lima. Sua família foi uma das mais importantes do Ceará no século XIX, sendo seu pai filho de Tristão Gonçalves e neto de Bárbara de Alencar, Araripe Júnior era primo legítimo de José de Alencar. Acompanhando o pai, que assumiu uma série cargos públicos no Império, residiu por fim em Recife, onde se matriculou no Colégio Bom Conselho, dirigido pelo Continue lendo Tristão de Alencar Araripe Júnior

Decifrando o Cearês