GAIATICE – EM UMA RÁDIO NO CEARÁ

Locutor: – Quem ligar agora e fizer uma frase com uma palavra que não exista no dicionário ganha duas entradas para o cinema. Alô! Quem é?Ouvinte: – Sérgio, do Jardim Iracema.Locutor: – Olá Sergio… Já conhece a brincadeira? Qual a sua palavra?Ouvinte: – Ah! A palavra é vaice!Locutor: – Vaice? Como se escreve?Ouvinte: – V – A – I – C – E.Locutor: – Espera um pouco… Deixa eu consultar o dicionário… É, realmente esta palavra não existe. Agora faça uma frase com essa palavra e, se a frase fizer sentido e descobrirmos o que significa a palavra, você ganha!Ouvinte: Continue lendo GAIATICE – EM UMA RÁDIO NO CEARÁ

A iquisição no Ceará – Dez anos nas galés

A espionagem sobre a vida privada de cearenses ou portugueses que sentaram praça no Ceará não levou ninguém à fogueira. Mas entre os castigos impostos pela Igreja Católica, o degredo e o confinamento nas galés lusitanas que cruzavam o Atlântico e outros mares entre 1752-1802, marcaram a violenta história da Inquisição. De 19 perseguidos, seis homens amargaram os serviços forçados nas caravelas do reino de Portugal. Entre eles, dois idosos de 60 anos. Um dos processos, investigados pelo O POVO na Torre do Tombo em Lisboa, revela que o escravo Domingos da Silva de Oliveira foi o que mais tempo Continue lendo A iquisição no Ceará – Dez anos nas galés

Cisternas de placas

A cisterna de placas é um tipo de reservatório d’água cilíndrico, coberto e semienterrado, que permite a captação e o armazenamento de águas das chuvas, aproveitadas a partir do seu escoamento nos telhados das casas, através de calhas de zinco ou PVC. A cisterna de placas permite o armazenamento de água para consumo humano em reservatório protegido da evaporação e das contaminações causadas por animais e dejetos trazidos pelas enxurradas. Esse modelo de cisterna atende as necessidades dos pequenos agricultores não só no Ceará, mas em todo o Nordeste. Bem aproveitada, a reserva de uma cisterna é suficiente para uma Continue lendo Cisternas de placas

A inquisição no Ceará – O Ceará do Santo oficio

Inquisição chega ao Ceará na primeira metade do século XVII quando o então Ceará Grande pertencia à capitania de Pernambuco. Inóspita e desconhecida, a região era pouco explorada pelos colonizadores, mesmo tendo pertencido ao Maranhão anteriormente. As primeiras denúncias coincidem com a ocupação do território através da pecuária explorada ao curso dos rios. A dificuldade enfrentada pelo Ceará no século XVII é atestada por documento microfilmado na Torre do Tombo, datado de 1816, quando o terceiro governador do Ceará, Luís Barba Alardo de Meneses, faz referência ao começo da capitania. Ele diz: “Pode-se seguramente afirmar que até esse tempo era Continue lendo A inquisição no Ceará – O Ceará do Santo oficio

A noite na capital cearense

A noite cearense é uma das agitadas do mundo. Por si só, já somos um povo festeiro e para completar, ainda tem os milhares de turistas que lotam nosso estado todos os anos. Para que é baladeiro de plantão, as opções são muitas, para quem curte um barzinho, idem, e para quem quer rir sem parar tem nossos shows de humor. Veja a seguir algumas opções dentre as muitas que dispomos para todos os gostos: Hangar – Casa de Espetáculos: A casa de Show HANGAR é mais um empreendimento do veterano empresário do ramo de eventos Zequinha Aristides, juntamente com Continue lendo A noite na capital cearense

A CERVEJA NO BRASIL, ATÉ CHEGAR NO CEARÁ…

“Cerveja Marca Barbante” foi a denominação genérica dada as primeiras cervejas brasileiras que, com sua fabricação rudimentar, tinham um grau tão alto de fermentação que, mesmo depois de engarrafadas, produziam uma enorme quantidade de gás carbônico, criando grande pressão. A rolha era, então, amarrada com barbante para impedir que saltasse da garrafa. Refrescante e de baixo teor alcoólico, a cerveja foi aos poucos conquistando popularidade no Brasil. Era também, conhecida como “cerveja de cordão” na região Nordeste. Devido à grande influência comercial que a Inglaterra exercia sobre Portugal nessa época, as cervejas inglesas dominaram o mercado brasileiro até meados do Continue lendo A CERVEJA NO BRASIL, ATÉ CHEGAR NO CEARÁ…

GAIATICE – NOIS BEBE PORQUE É LÍQUIDO

  HOJE COMEMORA-SE O DIA DA LIBERDADE DE IMPRENSA Originally posted 2010-06-07 09:26:00.

Fausto Nilo

Fausto Nilo Costa Júnior nasceu em Quixeramobim no dia 5 de abril de 1944, é compositor, arquiteto e poeta. Deixou sua cidade natal aos onze anos de idade e foi para a capital, Fortaleza, onde viria a se formar em Arquitetura, na Universidade Federal do Ceará. Nos tempos de faculdade e do mítico Bar do Anísio, Fausto teve contato com alguns dos maiores nomes da canção cearense a partir da década de 70, integrando a primeira geração do chamado “Pessoal do Ceará”. Gente como Fagner, Belchior, Rodger Rogério, Tetti, Ednardo e Petrúcio Maia, entre outros. Alguns deles, como Fagner, Começou Continue lendo Fausto Nilo

Parque Ecológico do Cocó

O Parque Ecológico do Cocó é uma área de conservação, um parque estadual da vida natural localizado na cidade de Fortaleza, Ceará. Tem esse nome devido ao rio que forma o bioma de mangue, o rio Cocó. O primeiro ponto do rio Cocó a ter sido protegido e aparelhado foi criado em 29 de março de 1977 declarado de utilidade pública para desapropriação. Em 11 de novembro de 1983 o decreto municipal número 5.754 deu a denominação de Parque Adhail Barreto. Em 5 de setembro de 1989 o decreto estadual número 20.253 cria o Parque Ecológico do Cocó e expandido Continue lendo Parque Ecológico do Cocó

O Maracatu Cearense

O Maracatu é a mais tradicional dança dramática de origem afro-brasileira presente na cultura do povo cearense, mostrando um ritmo dolente e compassado, configurando um cortejo formado por baliza, porta-estandarte, índios brasileiros e nativos africanos, negras e baianas, negra da calunga, negra do incenso, balaieiro, casal de pretos velhos, pajens, tiradores de loas, também chamados de macumbeiros, e batuqueiros, em reverência a uma rainha negra e sua corte real. No Ceará, o povo caboclo usa uma mistura de fuligem, talco, óleo e vaselina em pasta para tingir o rosto de negro, prática adotada por todos os brincantes, à exceção do Continue lendo O Maracatu Cearense

GAIATICE – FRASES ENGRAÇADAS

“Programação é como sexo: um erro e você estará comprometido pelo resto de sua vida.” “A canela é um dispositivo para encontrar móveis no escuro.” “Eu não tenho medo de morte, eu apenas não quero estar lá quando acontecer.” “Se não puder ajudar, atrapalhe. Afinal, o importante é participar.” “Se você está se sentindo sozinho, abandonado, achando que ninguém liga para você… atrase um pagamento…” “Estou mais perdido que minhoca em galinheiro.”  “Um brinde a cerveja: a solução e a causa de todo os nossos problemas. (Homer Simpson)”  “Se a sua vida for azeda, acrescente cachaça e gelo e aproveite Continue lendo GAIATICE – FRASES ENGRAÇADAS

Carnaúba

A Carnaúba (Copernicia prunifera) é uma árvore da família Arecaceae endêmica no semi-árido do nordeste brasileiro. Arvore símbolo do Estado do Ceará, conhecida como árvore da vida, pois oferece uma infinidade de usos ao homem: as raízes têm uso medicinal como eficiente diurético; os frutos são um rico nutriente para a ração animal; o tronco é madeira de qualidade para construções; as palhas servem para a produção artesanal, adubação do solo e extração de cera, um insumo valioso que entra na composição de diversos produtos industriais como cosméticos, cápsulas de remédios, componentes eletrônicos, produtos alimentícios, ceras polidoras e revestimentos. Por Continue lendo Carnaúba

Quixadá – Açude Cedro e Galinha Choca

O Açude do Cedro foi umas das primeiras grandes obras de combate à seca realizadas pelo Governo Brasileiro. A ordem de construção foi dada por D. Pedro II em decorrência do grande impacto social provocado pela seca de 1877 – 1879. O Governo Imperial solicitou ao engenheiro Ernesto Antônio Lassance Cunha e a outros técnicos estudos de meios para o combate aos efeitos das secas. Ficou então decidida a construção de barragens nos leitos dos rios para barrar as águas pluviais. o próprio Ernesto Cunha visitou diversos locais no interior da província e indicou o Boqueirão do Cedro como local Continue lendo Quixadá – Açude Cedro e Galinha Choca

Patrimônio Histórico Cearense – Parte 3

Secretaria da Fazenda Esfera de tombamento: Estadual – Ano: 1982 Sobrado do Doutor José Lourenço Esfera de tombamento: Estadual – Ano: 2004 Sociedade União Cearense Esfera de tombamento: Estadual – Ano: 1995 Solar Fernandes Vieira – Atualmente Arquivo Público Esfera de tombamento: Estadual – Ano: 1995 Teatro São José em Fortaleza Esfera de tombamento: Municipal – Ano: 1988 Igreja Matriz de Santana em Iguatu Esfera de tombamento: Federal – Ano: 1974 Casa de Câmara e Cadeia de Quixeramobim Atualmente Câmara de Quixeramobim Esfera de tombamento: Federal – Ano: 1972 Conjunto arquitetônico e urbanístico de Sobral Esfera de tombamento: Federal – Continue lendo Patrimônio Histórico Cearense – Parte 3

CONHECENDO O CEARÁ COM ÁLVARO GARNERO

No Ceará, apresentador prova tapiocas do Centro das Tapioqueiras, dança o forró eletrônico, no Curral do Boi e ainda reformar uma jangada na Praia de Majorlândia.  Originally posted 2010-05-30 10:32:00.