Monumento a Nossa Senhora da Paz

Está localizado em frente a Igreja do Carmo, foi ideia de Milton de Sousa Carvalho e de Adolfo G. de Siqueira, como pagamento da promessa feita a Nossa Senhora da Paz, para que o estado do Ceará voltasse a ter paz no campo político. A estátua foi custeada por doações populares.

No começo de 1912, foi deposto Nogueira Acioly e posteriormente o governo do Ceará foi assumindo pelo general Franco Rabelo. Com isso, rompeu-se em Juazeiro do Norte, nos anos de 1913/14, a rebelião comandada por Franco Rabelo, com as bênçãos de Padre Cícero, e que ficou conhecida como “Sedição de Juazeiro”. Os rebeldes derrotaram as forças de Franco Rabelo e marchavam para Fortaleza a fim de toma-la do então Governador.

As preces dos fiéis foram atendidas e a promessa foi cumprida. O busto da Santa veio e Paris, sendo o seu assentamento feito pelo Sr. Luiz Gonzaga Flávio da Silva. A inauguração se deu no dia 24 de janeiro de 1921.

Leia mais:
A sedição de Juazeiro e a guerra dos jagunços
A Sedição de Juazeiro e a tomada do Crato

Fonte: Os monumentos do Estado do Ceará, Eusébio de Sousa, Museu do Ceará, 2006
Fotos: Arquivo pessoal
Jaqueline Aragão Cordeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*