Otacílio de Azevedo

Otacílio Ferreira de Azevedo nasceu em Redenção, 11 de fevereiro de 1892 e faleceu em Fortaleza, no dia 3 de abril de 1978. Era filho de Bernardino Ferreira de Azevedo e Felismina Maria da Conceição. De família modesta, humilde  e esforçado, autodidata graças ao interesse sempre revelado pela leitura de bons livros, acumulou apreciável cultura. Começou como pintor, e seus quadros logo se tornaram preciosos e disputados até no estrangeiro: em Londres, quadro seu ornamenta as paredes da BBC (British Broadcasting Corporation), e grandes colecionadores do Brasil também os possuem. Foi o cenógrafo das primeiras versões da Valsa Proibida (1941 Continue lendo Otacílio de Azevedo

Associação de Mulheres Empreendedoras de São Miguel da Luz

A Associação de Mulheres Empreendedoras de São Miguel da Luz está localizada em São Miguel, cidade de Itapajé. É presidida por Magda Ferreira Queiroga, enfermeira por profissão e artesã por vocação. Além dela, tem a diretoria financeira  e um grupo de 30 associadas, sendo que quinze dessas, atuam diretamente  na criação das peças. A ideia surgiu do desejo das mulheres da comunidade em ter uma fonte de renda complementar, assim, surgiu a Associação, que além do financeiro, é a forma de divulgarem esse artesanato maravilhoso, feito pelas mulheres de São Miguel. Barro, papel, tecido, garrafas pet, palitos, retalhos, tudo isso Continue lendo Associação de Mulheres Empreendedoras de São Miguel da Luz

Maria Lucia Corrêa

Maria Lúcia Magalhães Corrêa nasceu em Senador Pompeu (CE), no dia 20 de maio de 1931. Filha de Benevides de Magalhães e de Perpétua Sá Benevides de Magalhães. Graduou-se em Filosofia pela Faculdade Católica de Filosofia e Letras do Ceará, no ano de 1951. Casou-se com Danilo Dalmo da Rocha Corrêa, natural de Caucaia, filho do Tenente Edson da Mota Corrêa, e tiveram seis filhos: Lucia Maria, Inês Maria, Edson Neto, Eveline Maria, Danilo Filho e Eveline Maria, além desses, tiveram mais dois filhos adotivos: Isabela e Antonio. Maria Lúcia lecionou nos colégios Rui Barbosa e Farias Brito (em Fortaleza) Continue lendo Maria Lucia Corrêa

Mamulengo

Mamulengo é um tipo de fantoche típico do nordeste brasileiro, especialmente do estado de Pernambuco. A origem do nome é controversa, mas acredita-se que ela se originou de “mão molenga”, mão mole, ideal para dar movimentos vivos ao fantoche. Um ou mais manipuladores dão voz e movimento aos bonecos. Suas apresentações eram em praça pública, em geral nos arrabaldes durante os festejos religiosos, apresentando temática em geral bíblica ou sobre atualidades. O mamulengo faz parte da cultura popular nordestina, sendo praticada desde a época colonial. Retrata situações cotidianas do povo que a pratica, geralmente situações cômicas e sátiras. Na cidade Continue lendo Mamulengo

Ipú

Ipu é um município do Ceará e fica a 257km de Fortaleza. Inicialmente o povoado nasceu dentro das terras dadas em Sesmarias pelo estado português a alguns colonos radicados em Pernambuco. Ligada às terras da Matriz de São Gonçalo da Serra dos Cocos (hoje em Ipueiras) e à sede da primeira Vila (Guaraciaba do Norte), a povoação fora construída em cima de um velho cemitério indígena. A sua praça central (chamada por seus habitantes de “Praça da Igrejinha”) está localizada neste “útero inicial” em que aquela sociedade veio a nascer ainda no século XVII. Sua criação data 26 de agosto Continue lendo Ipú

Araripe

Araripe é um município do Ceará e fica a 527 km de Fortaleza. Possui uma área de 1.347 km². A zona é conhecida no mundo da paleontologia pela qualidade dos fósseis de pterossauros, presentes nas rochas sedimentares da Chapada do Araripe. O topônimo “Araripe” vem do tupi-guarani ara (dia, tempo, mundo e até claridade), ari (o começo ou o nascimento) e pe (em, lugar, onde) e significa “lugar onde começa o dia”. Sua denominação original era “Brejo Grande” ou “Brejo Seco”. A partir de 1889, passou a ser conhecido como “Araripe”. Constam como seus primitivos colonizadores os sesmeiros Manuel Rodrigues Continue lendo Araripe

Glauber Filho

O cineasta Glauber Filho é jornalista formado pela Universidade Federal do Ceará. Possui pós-graduação em Administração e Marketing e é mestrando em Cultura e Artes pela UTAD – Portugal. Atua também como professor universitário em cursos de Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Audiovisual e Novas Mídias. Foi Presidente da TV Ceará (Televisão Educativa) e faz parte da Associação Cearense de Cinema e Vídeo (ACCV) e da Associação dos Produtores de Cinema do Norte e Nordeste (APCNN). Além de “As Mães de Chico Xavier”, sua produção cinematográfica inclui, entre outras obras, aquela que é considerada a primeira produção genuinamente cearense, “Bezerra de Continue lendo Glauber Filho

Descartes Gadelha

Descartes Gadelha nasceu no dia 18 de junho de 1943 em Fortaleza, é um pintor, desenhista, escultor e músico. Participou de importantes mostras coletivas, destacando-se “A Paisagem Cearense”, no MAUC/UFC (Fortaleza – CE 1963), “Pintores do Nordeste”, no Museu do Unhão (Salvador – BA, 1963), “Lirismo Brasileiro” (Tel-Aviv ,Israel, 1965), “O Circo”, no Paço das Artes (São Paulo – SP, 1978) e “12 Artistas de Seis Países Latino-Americanos”, na Casa do Congresso de Angostura (Caracas –Venezuela,1982). Obteve prêmio no XIV Salão Municipal de Abril (Fortaleza – CE,1964), no I e II Salões Nacionais de Artes Plásticas do Ceará e no Continue lendo Descartes Gadelha

Decifrando o Cearês

Música – Amor escondido